terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Bloqueador dos Reajustes tem o Maior Salário da Esplanada

por Cristiane Bonfanti e Ana D'Angelo
 Correio Braziliense
Ele realmente é o homem do dinheiro. Segundo na  hierarquia do Tesouro Nacional, o subsecretário de Política Fiscal, Marcus Pereira Aucélio, é mais conhecido como a autoridade que de fato diz não aos pedidos de recursos de parlamentares e até de ministros para todo tipo de despesa, incluindo reajustes salariais  para servidores públicos. Tão potente quanto o poder da sua canetada é o tamanho do seu contracheque. Engenheiro florestal e analista de controle do Tesouro Nacional de carreira, Aucélio embolsa por mês R$ 51 mil por causa do cargo, quase o dobro do teto do funcionalismo previsto na Constituição, atualmente de R$ 26.723,13.
É bem mais que os salários recebidos por ministros, que abocanham remunerações de até R$ 45,7 mil, conforme mostrou o Correio no domingo. O contracheque é inflado por jetons, recebidos  pela participação em conselhos de estatais e de empresas privadas com capital da União. O salário do subsecretário do Tesouro é de R$ 23,7 mil, mas ele ganha mais R$ 27,3 mil de dois conselhos — da Petrobras e da AES Eletropaulo — e do Comitê de Auditoria do Banco de Brasília (BRB). Mas seus vencimentos podem chegar a R$ 70 mil num mês. Basta que ele participe de uma reunião mensal do Conselho Fiscal da Vale, do qual é suplente, caso o titular não possa comparecer.
Participações
Decreto presidencial determina que os representantes da União nessas companhias só podem receber por, no máximo, dois conselhos. Procurado, o Ministério da Fazenda se negou a informar quais entidades o subsecretário do Tesouro integra e a base legal para que ele embolse jetons de três delas. Da AES Eletropaulo, em que a União tem uma participação minoritária, o segundo homem do Tesouro ganha R$ 3,8 mil brutos por mês. Pela participação no Conselho Fiscal da petrolífera, embolsa outros R$ 7.090. O que lhe rende mais, no entanto, é o trabalho na auditoria do BRB, R$ 16.405,78 brutos.
Embora também receba um megassalário, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, ganha um pouco menos que Aucélio, seu subordinado. A participação nos conselhos da BR Distribuidora e da Petrobras elevou os rendimentos de Mantega de R$ 26,7 mil para R$ 40,9 mil. O mesmo ocorreu com sua colega do Planejamento, Miriam Belchior. O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, embolsa, no total, R$ 38,7 mil. Ele engorda o salário de R$ 26,7 mil de ministro em mais R$ 12 mil ao participar da administração das empresas privadas Brasilprev e Brasilcap. Celso Amorim, da Defesa, é agraciado com R$ 45,7 mil, com o conselho da Itaipu. É o equivalente ao líquido de 4 Generais de Exército! Fora as diárias das inspeções na caserna. O secretário executivo da Fazenda, Nelson Barbosa, abocanha R$ 41,1 mil brutos mensais.
COMENTÁRIO (recebido por correio eletrônico):  E você ? Você que carrega o piano aí na ponta da linha da Tropa também vai ganhar um aumento! AUMENTO DE TRABALHO, veja:
- Além de ter a missão de tentar (falta verba e meios) ficar pronto para defender o País de ameaças externas, você também terá que:
- Ajudar a pacificar o Rio, cumprindo esta espinhosa missão que a Polícia não consegue devido a décadas de desgoverno carioca. Não se preocupe com conforto porque o pessoal do 1º contingente já comprou colchões, caixas d'água e ventiladores com dinheiro do próprio bolso. Enquanto assistiam os policiais (até mesmo os Especiais) guardando os "espólios da guerra" na mochila e vendendo caras fugas nas viaturas para os traficantes. E se houver algum confronto com mortos do lado dos vagabundos vai vir até o CSI Miami investigar para tentar empurrar a culpa para o EB. Se morrer algum militar, vão dizer que é falta de treinamento e esquecerão no dia seguinte;
- Assumir o Policiamento Ostensivo nos Estados onde a PM exerceu o direito de entrar em greve, e depois ver os grevistas não serem presos e o salário deles ficar maior que o seu. Fora que eles trabalham 1/3 da nossa jornada, ou dormem na Vtr enquanto não estão filando uma bóia em algum restaurante;
- Assumir as funções da Polícia Civil, pelo mesmo motivo acima. Mas esta é fácil, não adianta prender ninguém mesmo porque o Judiciário solta no dia seguinte. É só ficar no ar condicionado da Delegacia e esperar algum filhinho de papai se enrolar feio, aí é só cobrar um por fora para diminuir a fiança ou nem fazer o BO. A noite faça igual ao "plantão" deles, feche a Delegacia e vá dormir no quartel, as pessoas esperam, ainda mais se estiverem mortas;
- Assumir as funções da Polícia Rodoviária Federal. Não, eles não estão em greve, e nem poderiam com 5 mil por mês! Fora o "do cafezinho" que os caminhoneiros tem que deixar. É porque eles não gostam muito de trabalhar e o Ministério dos Transportes quer saber o real volume do movimento nas estradas federais. Então pegue o seu Pelotão, umas barracas, umas marmitas e vá contar carros nas BR. É missão real hein! Fé na missão! Mas não é para revistar nenhum carro não, hein Aspira;
- Assumir as funções de Polícia de Fronteira para reprimir os famosos delitos trans-fronteiriços, aquela missão constitucional da Polícia Federal. É que ela não consegue nem pensar nisso devido ao efetivo de 12 mil homens e mulheres (incluído o pessoal não operacional) ocupados em prender políticos em caras operações cinematográficas para ganhar mais diárias. Depois a justiça solta e não recupera o valor desviado. E a PF não quer aumentar o efetivo para não dificultar os pedidos de aumento, afinal os agentes já estão quase alcançando o salário dos Generais. Também trabalham um dia e folgam dois igual aos PM. E não dá para ficar mandando um cara recém saído da faculdade de qualquer coisa ficar 2 anos na Fronteira, nem 2 meses, é muito desumano e poucos malucos querem ir, mesmo com diária de mais de 200 reais. Manda os militares que eles vão lá, ficam 2 anos e não ganham nada a mais por isto. E patrulham até de noite, sábado, domingo, carnaval, natal, ano novo! Quando muito sai uns 2% do soldo de representação ao dia! Para um Major isto dá uns 100 reais;
- Assumir a Vigilância Sanitária. A ANVISA ainda existe? Nunca os vi. Essa é missão real! Se ver uma vaca louca ATIRE para matar! Mas não gaste muita munição porque está acabando. Fique de olho na tropa para não armarem um churrasco da carne com aftosa. Afinal, semanas de ração e farofão é foda;
- Assumir as funções das Polícias Ambientais/Florestais para satisfazer caprichos e cumprir as missões não cumpridas respectivamente por governantes maconheiros e órgãos ambientais politizados mobiliados com afilhados ladrões e incompetentes;
- Assumir as funções de Defesa Civil nos desastres naturais que ocorrem em todo o País. Afinal não somos a 6ª economia mundial, portanto não temos dinheiro para prevenir desastres com data marcada anualmente. Não precisa se preocupar com o Pernambuco porque parece que já foi um trocadinho para lá. Acho que ia ter uma enchente da porra por lá, kkkk;
- Assumir as missões do Ministério da Saúde no combate à dengue. É que os governantes não querem empregar e pagar gente para fazer o que precisa ser feito permanentemente. Os milicos fazem direito e de graça. Aí sobra dinheiro para o caixa 2 da próxima eleição;
- Cumprir todas aquelas missões do R Quero de algum Cmt político: limpeza de rio; catação de lixo urbano; segurança de ponto sensível em Igreja; montar barracas em acampamento religioso em final de semana; fazer segurança terrestre e aquática de evento civil que tem muito lucro por economizar com isto; por a banda para tocar em inauguração de obra da Prefeitura; escalar efetivos para ir em passeata, procissão, cavalgada, audiência, sessão de Câmara Municipal, peregrinação, religiosas ou políticas; parir um caixa 2 para almoços/jantares ultra festivos de alto nível e estratégicos, enquanto a tropa come o que vem do Esc Sup; - Assumir o papel do DNIT, aquele covil de bandidos e ladrões, e construir estradas com economia e qualidade, cumprindo prazos e sem pedir complementação de até 100% como as empreiteiras que têm esquema com o governo. Isso tudo com jornadas diárias extenuantes e nas condições mais insalubres que se pode suportar; - Cumprir missão no Haiti, ainda que seja ganhando em dólar, mas sabendo que o maior salário (de Oficial Superior) é de US$ 4.000.00, enquanto o menor salário dos civis da ONU é de US$ 6.000.00. E ficando satisfeito em ganhar algum dinheiro em 6 meses de missão para pagar as contas atrasadas ou não precisar trocar o filho do colégio particular por falta de grana para as mensalidades;
- Servir na Amazônia onde nenhum civil quer ir (pela falta das condições mínimas de conforto para a família), e ostentar orgulhoso a medalha de Serviço Amazônico, que TALVEZ lhe antecipará em 6 meses a promoção, para ganhar uma merrequinha a mais no soldo;
Complemente com outras missões que você conheça... e fique tranquilo que a ex-guerrilheira não está nem dormindo de tanto pensar no seu aumento de salário. Mas para prevenir, vá logo renovar o seu empréstimo da POUPEX para pagar as contas!

E EU ACRESCENTO:  não se preocupem, os chefes continuam atentos (tanto quanto uma coruja)!!!
.

Nenhum comentário: