terça-feira, 22 de setembro de 2009

Júri Popular Julgará Quadrilha Petista Que Tentou Matar Desafetos em Estância Velha

.
Irá a júri popular, dia primeiro de outubro, a quadrilha de dirigentes do PT de Estância Velha, RS, que se organizou, contratou e mandou matar o colunista Mauri Martinelli e o ex-vereador João Valdir Godoy. O crime político é do mesmo gênero daquele que resultou no assassinato do ex-prefeito Celso Daniel, do PT. Outro crime que pode ter conotação político é o que está sendo investigado em Canoas. Ali foi assassinado Milton Kruger, testemunha de Paulo Salazar, ex-tesoureiro da DS, que acusa os deputados Pont e Bohn Gass em juízo e no MPE por confisco de salário, lavagem de dinheiro, caixa 2 e diárias frias na Assembléia.
Presidirá o júri a juíza de Ivoti, Célia Cristina Veras Perotto. A juíza fulminou a defesa prévia dos bandidos.
Mauri e Perotto foram jurados de morte pelo PT devido a críticas ferozes que faziam contra a administração municipal. Os atentados custaram a derrota eleitoral do PT no ano passado.
Em Estância Velha o caso é tratado como a versão local dos atentados que mataram o ex-prefeito Celso Daniel, assassinado a mando de antigos companheiros seus do PT de São Paulo.
A quadrilha é liderada pelo ex-presidente do PT. Além dele, também a cafetina Claci Campos da Silva, Jaime Dirceu Schneider e o pistoleiro Alexandre Ribeiro são processados. O processo leva o número 095/2.09.0000179-3.
Mauri Martinelli levou cinco tiros, mas não morreu. Noutra ação, o vereador Godoy conseguiu escapar sem ser atingido.
Polícia dá novo rumo às investigações sobre o assassinato da testemunha do ex-tesoureiro da DS do PT
O inquérito que investiga o assassinato de Milton Kruger, principal testemunha do ex-tesoureiro da DS do RS, Paulo Salazar, na ação que tramita na 16ª Vara Cível e no inquérito do MPE, tomou novo rumo nesta segunda-feira. O inquérito corre na 4ª. DP de Canoas.
A polícia ainda não sabe quem executou Kruger e também não sabe se houve ou não mandantes.
Fonte: Políbio Braga
COMENTO: isto já foi tratado aqui e aqui.
.

2 comentários:

Anônimo disse...

Estou comentando com "anônimo" pra evitar dores de cabeça, porque Estância Velha é praticamente uma vila e todo mundo se conhece. Sou parente do Godoy enão sou filiado ao PT. Crime é crime e deve ser apurado e julgado. Mas estas ligações que voces fazem do caso Martinelli com Celso Daniel e DS e absurdamente fantasiosa que nem os filiados ao PSDB acreditam.
Os desafetos e ataques do Martinelli ao PT e ao Jaime são públicos. Que o Jaime não é flor que se chere, também é público. E todo mundo sabe que o atentado ao martinelli trata-se de um crime passional devido a uma crise de ciúmes dos tantos casos homoafetivos que ele tem. Alegar que sofreu um atentado político é bem mais elegante.

Anônimo disse...

Estou comentando com "anônimo" pra evitar dores de cabeça, porque Estância Velha é praticamente uma vila e todo mundo se conhece. Sou parente do Godoy enão sou filiado ao PT. Crime é crime e deve ser apurado e julgado. Mas estas ligações que voces fazem do caso Martinelli com Celso Daniel e DS e absurdamente fantasiosa que nem os filiados ao PSDB acreditam.
Os desafetos e ataques do Martinelli ao PT e ao Jaime são públicos. Que o Jaime não é flor que se chere, também é público. E todo mundo sabe que o atentado ao martinelli trata-se de um crime passional devido a uma crise de ciúmes dos tantos casos homoafetivos que ele tem. Alegar que sofreu um atentado político é bem mais elegante.