sábado, 22 de janeiro de 2011

O incrível QG Secreto de Protógenes no Guarujá

O site Consultor Jurídico traz uma reportagem de Ludmila Santos muito curiosa sobre o ilustríssimo deputado e ex-delegado da Polícia Federal Protógenes Queiroz: "Conheça o gênio imobiliário de Protógenes Queiroz". Segue a introdução:
O delegado afastado da Polícia Federal, Protógenes Queiroz, que no próximo dia 1º de fevereiro inicia carreira como deputado federal em Brasília, revelou em seus 50 anos de vida um talento extraordinário para acumular riqueza. Em 10 anos de carreira como delegado da Polícia Federal, onde fez jus a um salário médio de R$ 14 mil, como ele mesmo revelou em entrevista ao jornal Folha de S. Paulo, o delegado acumulou um patrimônio que, segundo ele próprio declarou ao Tribunal Superior Eleitoral, inclui nada menos do que sete imóveis. Embora a relação de bens declarados ao TSE some apenas R$ 834 mil, somente um dos imóveis constantes da lista — uma casa no Mirante de Camboinhas, em Niterói — segundo especialistas do setor imobiliário vale mais de R$ 1 milhão.
A declaração de bens do candidato-delegado que agora assume como deputado é um atestado de sua habilidade no mundo dos negócios. Ali fica-se sabendo que Protógenes Queiroz guarda em casa R$ 284 mil em dinheiro e que tem pouco mais de R$ 10 mil numa conta na Suíça. Entre os sete imóveis que admite ser dono, três deles foram doados pela mesma pessoa, o delegado aposentado José Zelman. Outros dois, que ele usa como residência própria, não foram declarados ao TSE. Protógenes informa também as datas de aquisição de todos os seus bens, menos daqueles adquiridos enquanto ocupava o cargo de delegado da Polícia Federal.
Passada a introdução, vamos a uma parte interessante e da qual trago algumas novas revelações mais adiante:
Bens não declarados
Em julho de 2010, ao investigar Protógenes pelas irregularidades cometidas na Operação Satiagraha, a Polícia Federal vasculhou cinco endereços do ex-delegado: um apartamento no Jardim Botânico, no Rio; um em Brasília; um no Shelton Hotel, em São Paulo; um na Praia das Astúrias, no Guarujá; e outro no Meyer, também no Rio. Os últimos dois imóveis não foram declarados à Justiça eleitoral.
O imóvel do Guarujá está localizado em um dos bairros mais nobres da cidade. Trata-se de um prédio luxuoso, com um apartamento por andar, quatro suítes por unidade, todas com vista para o mar, sala com três ambientes, 251 metros quadrados de área privada e 378 metros quadrados de área total. De acordo com pesquisa feita nas imobiliárias Stand Imóveis e Oceano Imóveis, apartamentos à venda no mesmo condomínio custam acima de R$ 1 milhão. As despesas mensais com IPTU e condomínio passam de R$ 2 mil. A Certidão de Registro de Imóvel, retirada do Registro de Imóveis do Guarujá no dia 14 de setembro de 2010, aponta que o apartamento está no nome da construtora EM Empreendimentos Imobiliários Ltda.

O que trago agora são algumas informações sobre este misterioso imóvel. Localizado na Rua das Galhetas, n. 435, fica no imponente, luxuoso e extremamente bem-localizado Condomínio Las Palmas. Vejam abaixo algumas imagens aéreas tiradas do Google Earth:
Nesta imagem mais distante, para terem ideia da localização

Um close no magnífico Condomínio que Protógenes ganhou
Este condomínio é benquisto por muita gente chique... Por exemplo, o GERALDO BRASIL tem (ou tinha?) um apartamento por ali. Familiares de apresentadores top do Brasil também têm ou tiveram apartamentos por ali.
Alguns imóveis anunciados estão à venda no site GuarujáBayImóveis. Só coisa fina amigo:
Este imóvel é importante para Protógenes Queiroz. Logo após algumas reviravoltas na Satiagraha o delegado era visto por lá em alguns finais-de-semana, e tinha algumas conversas do lado de fora do Condomínio.
Quando ainda estava meio desnorteado e buscando apoios pela internet, no começo de 2009, Protógenes chegou a reunir um grupo de amigos e entusiastas de seus ideais neste luxuoso habitat para dar coesão ao grupo.
Resta saber agora como se construiu esta história de sucesso imobiliário de Protógenes Queiroz. Como um delegado de Polícia Federal conseguiu tantos e tão valiosos imóveis que até mesmo se esquece de declarar alguns tão expressivos como o mostrado neste post? Como ele consegue ter à sua disposição um imóvel tão chique? Protógenes é provavelmente mais uma grande história de empreendedorismo e sucesso do funcionalismo público brasileiro.
Fonte:  Angelo da CIA

Nenhum comentário: