sábado, 6 de março de 2010

Saiba como anda a ligação asfáltica de 118 municípios do RS

por Políbio Braga
Passados 15 anos desde que o então governador Antonio Britto desenhou o ambicioso projeto de asfaltar todas as ligações de cidades do interior às rodovias principais, o RS continua sem este tipo de conexão em 25% do total de 425 cidades do Estado.
Britto não conseguiu levar adiante o seu projeto, abandonado completamente pelos governos seguintes.
Yeda resolveu pegar o pião na unha, mas somente depois que ajustou as finanças públicas ao final do seu segundo ano de governo, produzindo o déficit zero e amealhando recursos para voltar a investir.
O programa começou com 118 municípios sem ligação asfáltica.
O Daer já conseguiu entregar seis obras e toca simultaneamente 44 outras ligações neste momento, sendo que a ordem é recomeçar o que for possível das outras 68.
Dinheiro há. E muito. É tratar de investir para valer. As empreiteiras são pagas rigorosamente em dia para que não atrasem e avancem.
A ordem do secretário da Infraestrutura e Logística, Daniel Andrade, segundo ele mesmo disse ao editor, é a seguinte: - Se começar a obra, não para mais.
Algumas das 44 ligações asfálticas não serão entregues este ano, porque são conexões de até 40 quilômetros, mas o dinheiro estará reservado no Tesouro.
O Daer tem R$ 1,1 bilhão para investir este ano em rodovias. O maior valor investido até hoje pelo Daer foi no governo Britto, algo como R$ 600 milhões no último ano de mandato.
O projeto rodoviário mais importante do RS, de responsabilidade estadual, é a recuperação asfáltica de 2.300 kms, em pleno andamento.
CLIQUE AQUI para examinar a lista das 44 obras em andamento.

Um comentário:

Anônimo disse...

Pela jihad contra os corruptos, mal-humorados, mentirosos e outros maus caráteres em geral...então o que Cel Edson Oliveira faz nesta página!?