domingo, 15 de setembro de 2013

As FFAA Caíram na Emboscada

por Romão Guimarães
Todos sabemos que qualquer que seja o regime de governo, qualquer que seja o país, os governos se sustentam apoiados em suas forças armadas, e aqui não é diferente e os comunistas governantes sabem e disso se aproveitam. Como diria o Lamoso, isso é ponto fora da curva...
Uma vez no poder os comunistas aqui no Brasil ficaram numa "sinuca de bico" como se diz popularmente quando encontrar uma saída segura é extremamente difícil.
O Sarney, para ter segurança concedeu o décimo terceiro salário aos militares, coisa que nem na "ditadura" havia se quer sido cogitado.
A petralhada precisava do apoio militar. Mas como conseguir isso??? Uma sinuca de bico, coisa muito difícil de conseguir visto que eles haviam emporcalhado os governos militares durante o governo Sarney. Se não o apoio precisavam pelo menos neutralizar os militares...
Mas, como até da desgraça alheia (médicos cubanos) eles tiram proveito não seria desta vez que colocariam a joia da coroa a perder. Foram a campo e puseram em prática uma diabólica engenharia muito bem desenvolvida pelos seus marqueteiros.
O Pulo do Gato
Primeiro seria necessário colocar nos comandos pessoas fracas moralmente, covardes e facilmente manuseáveis e em seguida partir para fazer com que o cidadão civil e toda a sociedade visse o militar como um elemento pernicioso a democracia, um desrespeitador assíduo do direitos humanos, algo inútil que possa ser descartado, em resumo, algo que tem que ser descartado da vida política do país.
Para a segunda parte foi posta em prática a temática nazista de que uma mentira repetida mil vezes torna-se verdade e nisso os comunistas governantes ultrapassaram os nazistas... Assim é que passaram a repetir sistematicamente, em todas as oportunidades, por todos os meios de comunicação e por todos os "cumpanherus", e se repete até hoje, de que "os militares torturaram os (patriotas???) presos nos porões da ditadura".
Com essa cantilena passaram e ainda passam para os menos avisados, principalmente para os mais novos que não vivenciaram a época inclusive para os militares da ativa de hoje, que naquela época bastava ser militar para ser um potencial torturador de inocentes civis.
A verdade é que alguns militares das FFAA, das Polícias Civil e Militar teriam torturado alguns elementos que haviam se envolvido em assaltos a banco, assassinatos e atos de terrorismo.
Até hoje ouvimos e vemos em todos os meios de comunicação manchetes do tipo "Tortura praticada pelos militares da ditadura..."
A tal comissão da verdade (petista) nada mais é do que o meio utilizado para manter em falsa evidência que o militar brasileiro é potencialmente um torturador de inocentes patriotas civis, um perigo latente para o cidadão civil e para a sociedade e como tal deve ser tratado.
Essa tal comissão se escuda nos direitos humanos como se comunista fosse um emérito respeitador de tais direitos.
Quanto a primeira fase, para os comandos, além de viagens, diárias e, quem sabe, cartão corporativo, temos uma forte evidência vinda de Brasília onde uma patota de 48 (quarenta e oito) generais seriam agraciados com a compra de apartamentos de luxo subsidiados em 50% do preço total e foram escolhidos a dedo, via POUPEX...
Dessa forma, os comunistas continuam roubando e no poder por tempo indeterminado, tendo nas mãos, se se fizer necessário, todas as tropas das outrora gloriosas Forças Armadas e, não correm o risco de, com o apoio da sociedade civil que sofreu lavagem cerebral, serem desalojados dos berços esplêndidos.
Fonte:  Etaperneta

Nenhum comentário: