quarta-feira, 24 de março de 2010

Viu, Tarso Fernando? Eu tinha razão!! Até o nosso presidente Lula quer a boquinha!!

por José Luiz Prévidi
Estou com a consciência tranqüila.
Por mais de um ano fiz uma campanha, diária, para que Tarso Fernando Genro topasse concorrer a secretário-geral da ONU, uma espécie de presidente do mundo – claro, isso depende de quem assumisse o cargo.
Claro que o nosso Tarso Fernando seria mais do que presidente do mundo.
Mostrei a ele, várias vezes, que ser governador do RS era uma grande bobagem. Qual a graça de administrar crises? Onde colocaria toda a sua brilhatura num estado falido e mal pago como o nosso? Como iria discutir a concertação, seja lá o que isso significa?
Lembrei a Tarso Fernando que iria morar em Nova York. Tá certo, iria visitar muito país desgraçado, mas saberia que o seu porto seguro seria Manhattan. Estaria num lugar de acordo com sua personalidade – no centro do mundo.
Tentei fazer com que aceitasse a minha sugestão, ao escrever que sua mais fiel assessora, Vera Spolidoro, poderia também morar em Manhattan. E, imagine, eu poderia entrar no prédio da ONU como convidado!! E a Vera iria me conseguir um hotel bom e barato, coisa que só os moradores de lá sabem!
Mas, não, ele não se manifestava.
Até que em 20 de novembro de 2008, numa histórica reunião do Clube de Opinião, no Plaza, tratei diretamente do assunto com o então ministro. Olho no olho.
Quase fui as lágrimas. Ele me disse, com todas as letras, que não se interessava no cargo. Preferia concorrer ao Governo do RS.
Eu previ: “O senhor vai se arrepender!!”.
E ele, Tarso Fernando, deve pensar na minha previsão, quando chega numa dessas cidades, nas cercanias de onde o belzebu perdeu as botas. Vai ficar nesta vidinha até outubro desse ano. Já imaginou? Um cara sábio, refinado como o ex-ministro, percorrendo bibocas e mais bibocas!!
Tanto tinha – e tenho – razão que o nosso presidente Lula está fissurado na boca de Nova York.
Leia: O Jornal britânico The Times publicou reportagem em edição deste sábado sobre uma provável intenção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva de suceder Ban Ki-moon no cargo de secretário-geral da ONU.
Na reportagem, "diplomatas dizem que Lula da Silva, que deixa o cargo em janeiro, pode buscar o posto mais alto da diplomacia mundial quando o primeiro mandato de Ban Ki-moon expirar, no fim de 2011".
O assessor da Presidência para assuntos internacionais, Marco Aurélio Garcia, não negou a possibilidade em entrevista concedida ao jornal. "Ele (Lula) tem um grande interesse em questões internacionais, no processo de integração da América do Sul", disse Garcia ao The Times.
-----
Jayme Copstein liquida:
O currículo de Lula, com a entrega de dois boxeadores à polícia de Castro, o asilo ao terrorista italiano Cesare Battisti, o fiasco de Honduras, a cumplicidade com o desrespeito aos direitos humanos em Cuba, a recusa de assistir à posse do presidente Sebastián Piñera no Chile, por ser "de direita", e a mão boba mexendo no vespeiro do Oriente Médio, não inspiram bons presságios para uma carreira na diplomacia internacional.
-----
Se arrependimento matasse, hein Tarso Fernando?
Fonte: Blog do Prévidi - 22/3/10

Nenhum comentário: