segunda-feira, 16 de novembro de 2009

Comandos Israelenses Apreendem Navio com Armas e Munições de Fabricação Brasileira a Bordo

.
A apreensão de um navio com armas iranianas pelas Forças de Defesa de Israel se deu graças às atividades americanas, informou o jornal baseado em Londres, e impresso em língua árabe, "Al-Sharq al-Awsat", citando fontes israelenses. Na quinta-feira, o Chefe do Estado Maior das FDI Gabi Ashkenazi elogiou os agentes do Mossad pela ajuda na obtenção de informações que resultaram na captura do navio. Segundo o relatório árabe, os norte-americanos notaram um navio iraniano suspeito ao entrar no Golfo de Omã e atracar no porto de Jebel Ali no Dubai, em meados de Outubro. O barco pertencia à empresa marítima nacional do Irã a IRISL.
Os EUA teriam informado Israel sobre o navio.

O navio Francop lotado com containeres camuflados com carga superficial inocente.
Segundo o relatório, Israel sugeriu bombardear o navio no Mar Vermelho, mas os americanos rejeitaram a ideia. No início desta semana foi noticiado que os iranianos tinham efetuado grandes esforços na tentativa de despistarem os funcionários da inteligência que monitoravam a remessa. Uma das tentativas de despiste foi a descarga dos explosivos num porto egípcio e depois recarregá-los no navio Francop, que acabou por ser capturado.

As caixas abertas no porto israelense demonstram a existência de armas e munições.
Na quinta-feira, o Hezbollah negou qualquer ligação com o navio de armas e condenou a atividade de "piratas israelenses em águas internacionais". A Síria e o Irã também negaram ligação com a embarcação, alegando que o navio transportava mercadorias da Síria para o Irã e que Israel estava impedindo a atividade do comércio internacional. Fontes egípcias no Porto Damietta, que foi o último porto que o navio passou, disseram na quinta-feira que tinham sido carregados produtos alimentares e nada mais.
CAIXAS DE MUNIÇÃO BRASILEIRA APARECEM NO PORÃO DO NAVIO APREENDIDO
(ver no minuto 042/057) Fonte: Rua Judaica - 142, de 9 Nov 09,
transcrito no Blog do Montedo.
COMENTO: e a nossa "grande imprensa", quieta como guri cagado. Será que Stalinácio I questionará seu amigo Ahmadinejad sobre a origem e o destino dessa carga? Pois sim!!!!
ATUALIZAÇÃO: o vídeo foi "excluído" do You Tube por alguém de consciência suja, mas a imagem que interessa nós conseguimos "salvar".

3 comentários:

Luiz Fernando disse...

Cadê a nossa imprensa?Isso é uma vergonha,porque será que não deramn a notícia,existe algum grupo que tem simpatia por esses radicais infiltrado na nossa imprensa? Será que o sr. Lula alem de estar distribuindo nossa grana por aí,ainda está ajudando a financiar armas para esses assassinos. Eu não aceito mais as ações desse barbudo em meu nome,eu pertenço ao outro lado dessa guerra.Parem esse cara,antes que ele nos pare,esse processo já está em curso.

LILICARABINA disse...

Meu amigo
O Brasil está sem imprensa e sem povo. O que resta é uma platéia assistindo de camarote os desmandos dessa quadrilha. Veja os últimos acontecimentos. Primeiro aquele fiasco do acordo com o terrorista iraniano e o louco da Turquia, depois esse louco vem ao Brasil e acontece esse incidente com Israel. Voce não acha que essa brasileira foi plantada naquele navio?
Eu também não aceito nenhuma canalhice deste desgoverno em meu nome e temos que dar um basta nas próximas eleições.

Esperança disse...

Os petralhas rapidamente removeram o vídeo. Censura é com eles.