quinta-feira, 27 de agosto de 2009

General, o Senhor Poderia Dormir Sem Essa!

por Ricardo Montedo
Os militares assistem, com estupefação contida e silenciosa, como convém à classe, a “saia justa” em que se enfiou o General Félix, Ministro do Gabinete de Segurança Institucional, em face do imbróglio em que se meteu o órgão que chefia, por conta das gestões do Governo Lula para apagar os rastros da suposta reunião entre Dilma Rousseff e Lina Vieira, onde a Ministra teria sugerido à então Secretaria da Receita Federal a “agilização” do processo contra Fernando, filho do Senador Sarney.
Embora contrária ao jogo democrático, a preocupação institucional em surrupiar informações à opinião pública tem razão de ser, uma vez que a confirmação do encontro pode acarretar graves prejuízos ao projeto de Lula de fazer “a mãe do PAC” sua sucessora.
Furto-me de analisar o aspecto político da questão. Prefiro debruçar-me sobre um viés estritamente castrense, que consiste no fato de um oficial que atingiu o ápice de uma carreira que prima por valores pisoteados à exaustão pela classe política e cujo Estatuto preconiza, como primeira premissa da ética militar, “amar a verdade e a responsabilidade como fundamento de dignidade pessoal”, se submeta a interesses espúrios, auxiliando a jogar uma cortina de fumaça sobre os fatos.
Não há como crer que não existam registros dos visitantes do Palácio do Planalto no mês de dezembro passado! Qualquer cabo velho sabe disso! Se, numa insuspeitada demonstração de incompetência, os arquivos de vídeo foram apagados, como diz o GSI, certamente restarão registros escritos diários, que poderão comprovar (ou não) as visitas de Lina ao Planalto naquele período.
É constrangedor para os militares assistir políticos como Ronaldo Caiado e Álvaro Dias fustigarem um general de quatro estrelas, exigindo (com razão) explicações sobre as informações fornecidas, cópia do contrato com a empresa de segurança e articularem a convocação do ministro pela Câmara para dar explicações.
Não há meio termo: ou o General Félix vem a público e “duela a quien duela”, presta as informações que a sociedade exige, que são nada mais do que a verdade dos fatos, ou estará avalizando procedimentos que envergonham a classe militar e que passam longe dos preceitos de ética e moral que lhes são tão caros.
Fonte: Montedo.com

2 comentários:

Clausewitz disse...

Amigo, peço permissão para fugir do tema e propagandear minha mais nova enquete:

Ted Kennedy morreu e seguiu o destino de todos nós, que viemos nús ao mundo e deste nada levaremos... Ted era o leão do senado norte-americano e concluo que seus 46 anos de vida pública deixaram marcas na política de esquerda daquele país... mas agora que as cortinas do palco se fecharam, Ted é mais um dos muitos milhares que abandonam diariamente o planeta por término de missão... nada melhor, porém, do que elegermos quem será lembrado como o leão do senado brasileiro... no meu entender, há bichos de todo tamanho e plumagem em nossa câmara alta, em função de que lancei uma enquete que visa a rastrear a genética animal de nossos congressistas... os parlamentares mais em evidência serão expostos à análise de nossos amigos visitantes e ao final, definiremos que será nosso Ted... não confundir com TED (Terror das Empregadas Domésticas), nem com TEJ (Terror das Empregadas em Jornalismo)... passem lá no Blog do Clausewitz e elejam o animal que há cada senador... http://novoblogdoclausewitz.blogspot.com

Clausewitz disse...

Amigo, peço permissão para fugir do tema e propagandear minha mais nova enquete:

Ted Kennedy morreu e seguiu o destino de todos nós, que viemos nús ao mundo e deste nada levaremos... Ted era o leão do senado norte-americano e concluo que seus 46 anos de vida pública deixaram marcas na política de esquerda daquele país... mas agora que as cortinas do palco se fecharam, Ted é mais um dos muitos milhares que abandonam diariamente o planeta por término de missão... nada melhor, porém, do que elegermos quem será lembrado como o leão do senado brasileiro... no meu entender, há bichos de todo tamanho e plumagem em nossa câmara alta, em função de que lancei uma enquete que visa a rastrear a genética animal de nossos congressistas... os parlamentares mais em evidência serão expostos à análise de nossos amigos visitantes e ao final, definiremos que será nosso Ted... não confundir com TED (Terror das Empregadas Domésticas), nem com TEJ (Terror das Empregadas em Jornalismo)... passem lá no Blog do Clausewitz e elejam o animal que há cada senador... http://novoblogdoclausewitz.blogspot.com