segunda-feira, 3 de agosto de 2009

Réplica a Um Desqualificado: Ignorante e Imbecil é Você Presidente

por Geraldo Almendra (*)
Tudo bem que o presidente me chame de ignorante e imbecil porque faço parte do grupo que considera o programa bolsa-família não só assistencialista, como ele afirma, mas mais do que tudo (e para o Lula é o que realmente interessa) um laço de gratidão e dependência que ata o recebedor ao doador da bolsa, de tal maneira que numa eleição, o voto de cabresto é garantido
(Mara Montezuma Assaf)
É de estarrecer a apatia dessa sociedade de patifes esclarecidos em que vivemos.
Vamos enfatizar que o fato de pertencer, para muitos, não significa aceitar o nivelamento às atitudes de um ser tão desprezível nascido no submundo do comuno sindicalismo que, com a cumplicidade de patifes esclarecidos, ajudou a transformar o projeto de abertura democrática em uma absurda fraude com o claro propósito de destruir as Forças Armadas para colocar em seu lugar os comandados do “exército do povo”, no cerne de um criminoso projeto de poder pelo poder.
Para todos que lerem essa mensagem, como cidadão desse país, feito de palhaço do Circo do Retirante Pinóquio, com um poder público transformado em um covil de bandidos e uma estrutura social moralmente apodrecida nas suas entranhas, grito para esse presidente desqualificado que ignorante e imbecil é ele, e também muito mais do que isso.
Ser ignorante e imbecil pode ser somente uma questão de vazios de formação educacional, mas o seu caso, Retirante Pinóquio, é muito pior do que isso.
Sua desqualificação, além de ser um espelho da pior ignorância e da pior imbecilidade gestada no submundo dos esquerdistas de mentes atrofiadas e moralmente apodrecidas, o transformou em um “digno líder” da canalha do neocomunismo que está se impondo no controle do poder público praticando a mais corrupta, corporativista e prevaricadora administração pública de nossa história.
Como um cidadão que paga seus impostos e trabalha mais de doze horas por dia para se manter – sem usar cartões corporativos e outras falcatruas que escandalizam o país dos patifes esclarecidos –, digo, enfaticamente: - presidente, você não vale nada!
O que você faz, na verdade, seu ignóbil, é usar e abusar da ignorância das massas para construir seu projeto de poder pelo poder através dos instrumentos do assistencialismo, do descarado suborno dos esclarecidos, da corrupção, do corporativismo, e da prevaricação. Tudo sendo executado pelos seus comparsas enquanto o chefe – você – sempre diz que não sabe de nada, que nada viu e que nada escutou.
Sua invalidez virtual hipócrita, leviana e cínica, somente desaparece nos palanques da canalhice explícita, quando planta as sementes da destruição da família, da criminalização das relações públicas e privadas, da destruição moral da sociedade, da desagregação social, e de todos os tipos de preconceitos, na sua criminosa trajetória de transformar a sociedade brasileira em classes diferenciadas e antagônicas pelo seu populismo criminoso.
Sua frase, transmitida pela mídia, por si só, justificaria um pedido de impugnação da continuidade de sua presença no comando do país, se a sociedade dos patifes esclarecidos não fosse tão corrupta, tão canalha e tão covarde e tivéssemos uma Justiça e um Poder Legislativo que fossem dignos de suas funções.
O que você está fazendo, seu desqualificado traidor de nossa pátria, é sempre procurando jogar a massa imbecilizada e ignorante – fruto da falência cultural e educacional imposta pelos patifes esclarecidos durante a canalhice da “abertura democrática” – contra todos que tentarem impedir a continuidade da existência desse covil de bandidos chamado de poder público sob seu comando.
Na essência de suas atitudes, seu desqualificado, você está descaradamente investindo no caos social e no apodrecimento moral das relações públicas e privadas com o claro propósito de subornar, cada vez mais, os menos favorecidos e os patifes esclarecidos cúmplices de sua trajetória política estelionatária e lesa-pátria, para defender seu calhorda projeto de poder.
Presidente: chamá-lo de apenas ignorante e imbecil apenas, é ofender as vítimas das canalhices praticadas pelos patifes esclarecidos durante os desgovernos civis que antecederam seu grotesco estelionato eleitoral.
Presidente: pense nos piores adjetivos que podem desqualificar profundamente um ser humano desprezível como você: são esses adjetivos que surgem em minha mente quando por distração olho sua foto em algum instrumento da mídia ou avalio as sacanagens que você está fazendo com o meu país.
Sabe presidente desqualificado, não tenho medo de sua polícia política nem de ser assassinado pelos seus capangas do petismo. Minha trajetória de vida é limpa e meus filhos se destacam como cidadãos honrados e corretos – que nunca precisarão dar golpes para viver bem nos limites da moral cristã – muito diferentes daqueles que seu modelo de sociedade está incentivando a criar.
Vá se catar presidente desqualificado! Se olhe no espelho de sua fraude como ser humano e político, antes de insultar qualquer pessoa.
(*) Geraldo Almendra é Economista
 e Professor de Matemática, Petrópolis
Fonte: Brasil Acima de Tudo
COMENTO: escrever o que mais, a não ser concordar em gênero, número e grau? Além disso, acrescentar: "ignorante e imbecil é o idiota que te registrou como filho, estúpido!"

Um comentário:

Laguardia disse...

Ótimo post concordo em genero número e grau