quinta-feira, 11 de abril de 2013

A Musa Comunista Gaúcha e Seu Partideco de Doidos

O DESCONFORTO DA MUSA COM O SEU DESASTRADO PARTIDO
por José Luiz Prévidi
Falei apenas uma vez com a deputada federal Manuela D'Ávila. Sempre a chamei de Musa Comunista por uma simples razão: ela sempre foi uma das queridinhas da mídia e não entendia a razão. Até que a conheci. É uma pessoa cativante e, quem sabe por isso, faz a cada eleição um caminhão de votos.
Ela não gosta das minhas brincadeiras. Uma, em particular, ela detestou - Dona Dilma deveria nomeá-la Embaixadora do Brasil na Albânia.
Para quem não sabe: MC é filiada ao PCdoB e o seu partido sempre teve a Albânia como símbolo do "socialismo no mundo". Era mais uma das grandes bobagens do PCdoB, que mesmo em pleno século 21 continua com o pensamento no início do século 20.
Hoje, os "Comunistas do Brasil" acham que Cuba é o paraíso na terra, que as FARC lutam pela libertação da Colômbia, etc. A loucura é tanta que há alguns anos o partido chegou a "homenagear", no horário político gratuito, um dos chefões das FARC, narcotraficante procurado em todo o mundo, "assassinado pelas forças repressoras do povo colombiano".
--
É inacreditável, mas no último dia 3 os geniais dirigentes do PCdoB lançaram um Manifesto, assinado por movimentos e partidos brasileiros que, de acordo com o texto, lutam contra o "imperialismo belicista e pela manutenção da paz e soberania das nações". Pra resumir, o texto defende a "soberania" da "República Popular e Democrática da Coreia". Lendo o "documento" me senti nos anos 50. Defende aquele gordinho, com cara de mocinha (ele vai sempre ao Japão para brincar na Disneylândia), que é um aspirante a ditador dos coreanos.
Quem quiser ver a joia, está num post abaixo, de "Segunda, 8 de abril de 2013".
Como o PCdoB é um partido "democrático" foi lido por todas as instâncias, inclusive pela líder do partido na Câmara federal, casualmente a senhora Manuela D'Avila.
--
Ontem, o Jornal da Globo (10 Abr 2013) tripudiou do tal manifesto e da Musa Comunista.
Mais uma vez a Musa se perdeu ao tentar explicar o que é inexplicável. Porque o tal "documento" é também assinado pelo PT e PSB e as direções desses partidos não autorizaram nada.
Musa Comunista não deu entrevista, mas pelo Twitter escreveu bobagem: - O Manifesto foi assinado por uma pessoa qualquer. O episódio é uma piada.
Pode?
--
Olha, sei não, mas se a Musa Comunista insistir com a filiação ao PCdoB não vai conseguir se eleger prefeita de Porto Alegre nem mesmo em 2032, como sugeri em um comentário há alguns anos.
COMENTO:  eu penso que os tais "comunistas do Brasil", e seus aliados, não deveriam limitar-se a uma simples nota de apoio entregue à embaixada norte-coreana. Eles deveriam juntar o vil metal que possuem e comprar passagens de ida para o Extremo Oriente, apresentando-se ao seu ídolo para ajudar na defesa da República Democrática da Coréia. Por outro lado, tenho que reforçar a explicação da deputada Manuela: não só o episódio, mas o seu partido é uma piada, de muito mau gosto, mas não passa de piada.

Nenhum comentário: