quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

Recados à Presidente da República e ao Presidente do Senado

.
1. Lamentável, Senhora Presidente, é a senhora se dignar a dar palpite defendendo esse patife que a antecedeu na péssima administração do país. Como poderia alguém "destituí-lo da sua imensa carga de respeito" que ele nunca teve?
Lamentável, Senhora Presidente, é a decepção que a senhora transmite aos cidadãos honestos que ainda acreditavam não haver conluio entre a senhora e a quadrilha chefiada por esse rufião barato! 
Lamentável é a conclusão que se chega de que a senhora simplesmente é parte fundamental nesse esquema espúrio de destruição de nossa tênue Democracia para a instalação de uma Larapiocracia!

2. O imperador do Maranhão teria dito:  "Primeiro eu não li (a reportagem) e, se existiu (o depoimento de Valério), é uma profunda inverdade porque a pessoa que disse não tem autoridade para falar sobre o presidente Lula, que é um patrimônio do País, da história do País, por sua vida e tudo que ele tem feito".  
Não sei o que provoca mais profundo nojo em qualquer pessoa decente! O sujeito que o Supremo Cachaceiro já definiu como não sendo uma "pessoa comum", depois de chamá-lo clara e nitidamente de LADRÃO, se apressar em classificar como "inverdade" a declaração que  sequer conhece o conteúdo, desacreditando o denunciante; ou a definição dada ao maior canalha que já surgiu na política brasileira como "um patrimônio do País, da história do País, por sua vida e tudo que ele tem feito".
Desde quando falta de caráter, de moral, de ética, é fator de elevação de alguém ao patamar de "patrimônio do país"? Só mesmo em tuas fazendas, senador patife!
.

Nenhum comentário: