sábado, 20 de outubro de 2012

O Mensalão em Forma Didática

O incrível mensalão
ARTE: Angeli

ROTEIRO: Mario Cesar Carvalho
EDIÇÃO: Diogo Bercito

COMENTO:   você é capaz, agora, de entender por que a cada cinco minutos de programação normal de televisão ou rádio, existem de dez a quinze minutos de propaganda inútil dos Correios (não tem com quem concorrer, para que propaganda?), PeTrobras (não tem com quem concorrer - as demais distribuidoras compram seu produto obrigatoriamente, assim, seja de quem você compre o vendedor original é a PeTrobras -, então, para que propaganda?), Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil,  além de outras empresas estatais ou de "realizações" governamentais (bolsa disso ou daquilo, maquiagem nas estradas, aquisição de viaturas para saúde e segurança, etc)? É verba pública (e muita) desperdiçada com o pagamento de apoio dos diversos veículos de comunicação. Sobre isso nenhum comentarista político comenta pois se assim o fizesse estaria pondo em risco o seu emprego. Observe que nas críticas feitas na imprensa contra o mau uso de verbas, o item "Comunicação social" ou propaganda nunca é citado. É quase impossível identificar esse item nas discriminações orçamentárias dos diversos órgãos governamentais.
.

Nenhum comentário: