segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Sensação de Saudade

por Gilberto Simões Pires
A sensação de saudade, que parece estar mexendo com a cabeça de grande parte da sociedade brasileira, motivada:
1- pelos incontáveis e continuados crimes de corrupção; e,
2- pela forma lamentável utilizada pelos grevistas da Polícia Federal e da Policia Rodoviária Federal, que simplesmente resolveram impedir o ir e vir de quem vive e/ou visita o Brasil;
está hoje muito parecida com o Brasil de 1964, quando as Forças Armadas precisaram intervir para colocar ordem no país.
 
A Situação Piorou
Arrisco a dizer que, se comparamos o Brasil de hoje com aquele, de 1964, a situação atual está pior. Se outrora o país já era totalmente dominado pelos sindicalistas, novos ingredientes, substanciais, foram acrescidos. Alguns deles: extrema corrupção, enorme impunidade, privilégios absurdos e aumento extraordinário das contas públicas.

Democracia ou Ditadura?
O direito de Greve, que em qualquer Democracia é um direito legítimo, no Brasil, principalmente a dos funcionários públicos, que sabem muito bem que muitos dos serviços públicos não podem ser prestados pela iniciativa privada, virou instrumento típico de Ditaduras.

República Sindicalista
Sabendo da força que lhes foi dada por este governo, cuja origem é, indiscutivelmente sindicalista, os servidores federais resolveram mostrar, com toda clareza, que simplesmente assumiram o Poder. Hoje, como em 1964, o Poder deixou de ser do Estado. Assim, o Brasil voltou a ser uma República Sindicalista.

Forças Armadas
Ora, diante desse quadro triste e complicado (para os cidadãos indefesos, obviamente) o povo não tem outra saída senão acreditar na única instituição que restou para defender a ordem e a democracia: as Forças Armadas. Como a polícia se mostra impotente, assim como o Judiciário, resta a ação das Forças Armadas. Mas, atenção: não para governar por 20 ou trinta anos, como aconteceu. O propósito é, exclusivamente, colocar Ordem no país.

Exemplo
O povo entende que, da mesma forma com que as Forças Armadas tem colaborado para colocar ordem e paz nos morros do RJ, por exemplo, desta vez quem precisa, urgentemente, de seus serviços é o Brasil como um todo.

Os Mesmos Voltaram
Por ironia, ou melhor, por incapacidade, as nossas Forças Armadas, que em 1964 tomaram o poder dos tiranos que queriam transformar o Brasil numa Ditadura, entenderam que tinham prestado um bom serviço. Engano. Os mesmos que foram destituídos voltaram. Detalhe: mais preparados, com sede de vingança e com muito mais vontade de fazer do Brasil uma Ditadura. Pois, hoje, já detém o Poder. Que tal?
Fonte:  Ponto Crítico
Do Blog do Lício Maciel:  Minha opinião: com estes militares atuais, dançadores de haly-galy, com pinta de dandies e altamente puxa-sacos, sem ética e sem o mínimo espírito militar, meros construtores de estradas e apaziguadores de morros, subordinados a Genoínos e Amorins, jamais nos livraremos dessa bandidagem que se apossou do governo, por frouxidão dos militares. Em 1985, entregamos o país moralizado, funcionando dentro da Lei. Eles, os atuais militares, por extrema frouxidão, covardia e desejosos de mais mordomias deixaram os malfeitores livres, agindo como queriam. Deu no que estamos vendo. VÃO SE QUEIXAR AO BISPO!!!

Nenhum comentário: