domingo, 18 de dezembro de 2011

STF - O Sustentáculo da Impunidade dos Gângsters da Corrupção

por Geraldo Almendra
A declaração de um magistrado do STF sobre o fato de que somente durante 2012 terá condições de ler o processo do Mensalão e que é grande a chance que todos os crimes prescrevam até 2013 nos tiram qualquer esperança de que por via “democrática” o país possa destituir o poder público controlado pelo PT, que absolutamente não é servir à sociedade, mas sim ser o bunker de um Covil de Bandidos protegidos por uma Justiça em estágio final de degeneração moral.
Essa postura do STF avaliza a corruptocracia que impera no país e confirma que vivemos, na verdade, sob a tutela de um regime fascista civil ditatorial sob o comando do Poder Executivo em um fiasco de República.
A questão é gravíssima, pois prender os envolvidos no Mensalão significaria a derrubada automática do poder instituído tendo em vista que os tentáculos das gangs da corrupção já contaminaram e controlam todos os podres poderes da “República”.
A escolha do STF para permitir a sobrevivência do petismo é garantir a impunidade de corruptos com todas as evidências e provas necessárias para coloca-los na prisão, com a consequente desmoralização total da justiça no país, que somente é aplicada para quem não tem a carteirinha do PT ou não for seu cúmplice, seja público ou privado.
Ou a sociedade se organiza e destitui pela forma que for necessária o poder instituído por sucessivos estelionatos eleitorais, colocando nas barras de um Tribunal de Exceção, para começar, todos os envolvidos no Mensalão, ou simplesmente declara pela omissão que já reconhece e aceita ser controlada por um Covil de Bandidos seguindo as regras de um Regime Fascista de Poder.
Que todos entendam: nesse contexto, com as posições tomadas pelos Tribunais Superiores na garantia da impunidade, formaliza-se a Fraude da Abertura Democrática e já estamos vivendo uma ditadura civil fascista que não precisa de armas para impor-se, tendo em vista o total aparelhamento do Estado, e pelo fato de já contar com a covardia de uma sociedade levada ao fundo do poço da mediocridade apátrida e transformada, com a cumplicidade de milhares de canalhas esclarecidos, em um Paraíso de Patifes.
O STF acaba de bater o martelo. Parem de reclamar! O Poder Judiciário pode e deve ser visto como um capacho e um lacaio das gangs da corrupção que tomaram conta do poder público.
Nessas circunstâncias, e diante da covardia da sociedade que se consolida no tácito aceite de tamanha barbaridade jurídica, quem puder saia do país para viver e trabalhar em outro, com oportunidades para quem é honesto e tem dignidade, ou, na falta de alternativa, espere o momento da policia petista invadir nossa casa e nos levar presos para pagarmos a conta de nossa luta por uma verdadeira democracia, que acaba de ser enterrada com uma salva de tiros das Forças Armadas, que já estão apoiando o novo regime político em que vivemos, sem qualquer tipo de contestação, pelo contrário, com relevantes evidências de que a degeneração moral já foi plantada em alguns de seus comandos.
De qualquer forma sempre haverá a opção que a turma da Dilma fez porque tiveram coragem de arriscar a vida pelos seus ideais não importam se honestos ou desonestos: a luta armada. Basta esperar sentado para não cansar! Os únicos guerrilheiros “machos” que temos são os que brigam nas ruas, nos bailes, nos conflitos de trânsito, nos bares, nas boates e nos campos de futebol, muitas vezes matando estupidamente gente inocente enquanto esses canalhas da política e seus cúmplices nos fazem de imbecis e palhaços do Circo do Retirante Pinóquio todos os dias.
Fonte:  O Cão que Fuma

Nenhum comentário: