domingo, 28 de agosto de 2011

A Gauchada Anda me Trincando os Ovos!!

Mal começou (sic) o governo de Tarso Genro e ele já teve que encarar uma série de pepinos.Vamos ficar apenas neste mês.
Rejane Chapinha, a chefona dos "trabalhadores em educação", está torrando a paciência de TF com o tal do piso nacional do magistério. E promete uma guerra contra o governo se não receberem o piso. É aquela velha tese: ou dá ou desce. Não querem conversinha, querem grana. Se não é greve.
O pessoal da PROCERGS está parado - claro, quer aumento e outras vantagens. Inúmeros serviços públicos dependem da Companhia de Processamento de Dados.
E a Brigada Militar está a milhão. São mais de 10 os protestos por melhores salários, apenas neste mês. Hoje, foram quatro. O primeiro foi em Gravataí, próximo à entrada para o Campus da Ulbra, com pneus queimados na pista. Mais pneus queimados em frente à Pprefeitura de Alvorada. A terceira barricada aconteceu na BR 392, em Rio Grande, na zona Sul do Estado. Houve bloqueio total da pista por uma hora. O mesmo tipo de protesto foi feito em Palmeira das Missões.
Não é mole.
Hoje dei uma passeada pelo site da Assembleia gaúcha. Não encontrei nenhuma manifestação dos deputados do PT sobre os movimentos que acontecem no Estado. Engraçado, as bancadas de deputados estaduais do PT sempre apoiaram as greves. Sempre, desde 1987, quando começaram a trabalhar os primeiros 4 deputados. O comandante Raul Jorge, então, ficava ainda mais vermelho e mais rouco ao defender os trabalhadores grevistas.
É, mesmo, muito engraçado. A cumpanheirada está, assim, fingindo que não existe nenhuma greve.
Onde estão aqueles furiosos do passado, os intransigentes defensores dos trabalhadores?
Só falta, na semana que vem, os comandante Raul Jorge e seus liderados apoiarem a greve dos funcionários da Saúde de Porto Alegre.  Não duvide!!
Por que Tarso Fernando deve se cuidar?
Imagine se o comandante Raul, "enquanto" presidente estadual do PT, decide convocar a cumpanheirada para alinhar-se, por exemplo, ao pessoal da Brigada Militar? Mais: se o comandante Raul, com toda a sua liderança junto aos "movimentos sociais", convoca todos os maluquetes do Estado, como o MST, para agirem junto com os brigadianos?
Bah, Tarso Fernando, aí vai ser um inferno!! Tem que acalmar o comandante Raul!! 
Sugestão: Promete uma vaga no Tribunal de Contas do Estado para o comandante Raul Jorge. Aí ele vai ficar calminho, calminho.
O nosso governador está tiririca. Quer cabeças!!
Hoje ele está na Expointer e, por isso, está mais calmo. Mas ontem TF estava furibundo!!
Não suportou os protestos dos brigadianos, que estão queimando pneus em estradas e avenidas pelo Rio Grande. Disse que isso é um "delito" e que vai ter "pulso firme".
Os brigadianos querem salários dignos e acreditam que tem que haver pressão.
Das polícias militares brasileiras, a Brigada Militar é a que recebe piores salários. Repito: é o pior salário de TODAS as PMs brasileiras. Olha só o que TF disse, também:
- Esses delitos serão investigados pela Polícia Federal, e as pessoas vão responder. Não sei se tem conexão com o movimento dos brigadianos, tomara que não, porque se tiver é grave. É algo que não pode ser colocado como pressão para negociação.
Em resumo: São atos criminosos que serão investigados.
Tudo bem, fecho com o nosso governador. Os protestos não podem atrapalhar a vida das pessoas.
Mas os brigadianos devem ficar furiosos quando sabem que um auxiliar de serviços gerais do Tribunal de Contas do Estado ganha em torno de 4 mil reais.
O engraçado é que ontem mesmo vi um "protesto" de agricultores, no interior do Estado. E, acreditem, eles fecharam uma estrada. E, INCRÍVEL!!, não vi nem ouvi ninguém do Governo furioso com os tais agricultores!!
Não tem uma semana que os tais "agricultores" não façam uma baderna em estradas ou na frente de bancos. Fora aquelas ridículas invasões do INCRA.
Da mesma forma, não vi nenhuma indignação quando "campesinas" depredaram um laboratório de pesquisas de uma empresa no interior do RS.
E quem é que não se lembra daquele deputado petista que foi fotografado comendo um picolé "expropiado" de uma distribuidora de alimentos na Grande Porto Alegre?
Ah, governador Tarso Fernando, o senhor sabe o respeito e admiração que tenho pelo senhor.
Mas não pode ter dois pesos e duas medidas!!
Sabe de uma coisa? Dá logo uma grana legal para os brigadianos. ................................

Tarso Genro, nesta sexta, em Rio Grande:
- Os bloqueios de pneus em chamas é crime. A Polícia Federal investigará e punirá. Isto é uma mancha na história da Brigada.
Leonel Lucas, Presidente da Associação dos Cabos e Sargentos da Brigada:
- Depois das negociações desta sexta na Casa Civil, os protestos pararão até quarta. Depois disto, se não houver avanço, 50 bloqueios serão desfechados.
É uma perigosa queda de braço no RS.
O brigadiano (soldado PM) gaúcho, é o pior pago do Brasil. Seu salário mensal é de R$ 1.170,00. 
O piso nacional proposto é de R$ 3.200,00.
Depois de atear fogo em barreiras de sete trechos de rodovias federais, os brigadianos decidiram somar-se aos seus colegas policiais civis na atual campanha por aumentos salariais e programaram manifestações não-violentas na abertura da Expointer, neste sábado de manhã, 9h, em Esteio.
O governo parece estar perdendo o controle da situação, já que não consegue conter as ações embrionárias de revolta armada nas estradas federais do Estado. No Piratini, o temor é de que isto seja apenas o começo de uma revolta de maiores proporções.
Ao estabelecerem um pacto com o governo para suspender as ações violentas até quarta-feira, os líderes dos praças admitiram que o movimento é orquestrado e tem condução política corporativa. O governador Tarso Genro classifica como criminosas todas as ações violentas nas estradas, mas não consegue exercer sua autoridade de maneira tão eficaz quanto a que demonstrou por ocasião das Operações Cartola, Rodin ou Solidária.
Os Partidos não se metem nas discussões, nem mesmo a oposição. O governo tem discurso, mas não consegue entrar em ação. 
Soldados, cabos, sargentos e tenentes da Brigada estão em plena campanha salarial. Os soldados são os mais mal pagos do País, já que recebem apenas R$ 1.200,00 por mês. Eles querem R$ 3.200,00 imediatamente, mas o governo só quer chegar ao valor no último ano do seu governo, 2014, propondo 4% para já. A proposta foi feita nesta sexta aos brigadianos. No mesmo dia, os policiais civis também se reuniram no Piratini e repeliram reajuste de 3% para outubro, mais 3% em março.
Os dois aumentos representariam elevação de R$ 60,00.
- Enquanto acena com 60 reais para um policial civil, as negociações do governo com procuradores do Estado já superam 8%. São os maiores salários do Poder Executivo e tal índice significa, na prática, mais de 1,5 mil reais de reajuste para quem já se encontra no topo da pirâmide.
A Unimed do RS não soube explicar por que razão o Deputado gaúcho Marco Maia, presidente da Câmara, vem usando sem pagar o avião e o helicóptero da Uniair. Maia usou os aparelhos para ir a Erechim e Gramado na semana passada.
Planos de Saúde, como se sabe, dependem de regulamentações que o governo e os parlamentares mudam a toda hora.
A frota da Uniair foi montada para atender pacientes da Unimed.
Soou como provocação o boné do MST que o Ministro da Agricultura, o gaúcho Mendes Filho, resolveu usar no seu segundo dia de trabalho em Brasília.
No dia 2, quando visitar a feira de Esteio, o Ministro será convidado a vestir o chapéu da FARSUL.
COMENTO:  o "peremptório" governador da gauchada está sentindo na pele o que é "ser vidraça". Por outro lado, a cada dia que passa fica mais claro que a velha estória de que os políticos oriundos do RS eram diferentes do resto da canalha nacional não passava de conversa pra boi dormir.

Nenhum comentário: