quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

Avança o Cerco Contra "Cano"

Desde quinta-feira (17/2) da semana passada, se intensificaram os combates entre tropas do Exército Colombiano e guerrilheiros das FARC em várias localidades do nordeste de Cauca e sul de Tolima.
O centro dos enfrentamentos é a Canhada das Hermosas, região selvática nas montanhas ao sul de Tolima, onde as autoridades acreditam que se encontra o chefe das FARC, Guillermo León Sáenz Vargas, vulgo "Alfonso Cano" e seus homens de confiança.
Também se registram combates na zona montanhosa de Toribío, Miranda e Tacueyó (Cauca), na divisa com o departamento de Tolima, onde se acredita estar alguns dos integrantes do Secretariado das FARC.
As autoridades intensificam a busca dos guerrilheiros com helicópteros armados. Isto é confirmado por moradores da área que asseguram que nos últimos dias aumentaram as explosões e os combates.
O Comandante das Forças Militares, General Édgar Cely, confirmou que as operações contra "Alfonso Cano" e os demais chefes das FARC continuam no sul do país e disse, ainda, que "avançam por bom caminho".
Cely assegurou que a Força Pública está desenvolvendo as operações de maneira planejada e organizada e que, uma vez tenham resultados importantes, o país será logo informado.

As operações
Tropas da 9ª Brigada do Exército, de Neiva, executam há três dias tarefas de apoio no sul de Tolima.
Segundo fontes militares, a mobilização de tropas se dá por ar e terra e são coordenadas por oficiais do Batalhão Tenerife que tem base em Santa Maria (Hula) e no município de Ataco, em Tolima.
O propósito das tropas do Batalhão Tenerife é bloquear as possíveis rotas por onde se movem os guerrilheiros das FARC desde a Canhada das Hermosas para o Cauca e o sul do país, de acordo com o plano militar que se desenvolve há vários dias.
As autoridades informaram também que dois soldados resultaram gravemente feridos durante os combates ocorridos. Os ferimentos motivaram, inclusive, que os militares fossem submetidos a intervenções cirúrgicas que resultaram na amputação parcial nos membros inferiores de um dos feridos.
Segundo o Comandante da 6ª brigada do Exército, Coronel Julio Prieto, os dois soldados, cujas identidades não foram reveladas, permanecem sob cuidados intensivos.

Zonas de difícil acesso
A região de Las Hermosas, onde se concentra grande parte dos objetivos das Forças Militares contra as FARC, está localizado a mais de 3.000 metros de altitude, dificultando a manobra dos helicópteros militares que tem sua capacidade de carga diminuída (com poucos homens a bordo e o mínimo de combustível). Além disso, a visibilidade é mínima, devido ao quase permanente manto de neblina formado pela umidade da região. O terreno desse parque natural constitui um corredor estratégico que permite transitar entre os departamentos de Tolima, Valle del Cauca e Cauca.
Ali está situada parte da cada vez mais reduzida base social das FARC, havendo também na área uma numerosa população indígena, da etnia Nasa, que rechaça a autoridade da guerrilha e reclama o exercício de sua autonomia e suas autoridades tradicionais.
O outro lugar das operações é a zona rural de Toribío, Miranda e Tacueyó (Cauca), onde o Batalhão de Forças Especiais Rurais (BAFER) nº 4 está atuando desde a passada quinta-feira.
Com essa ofensiva, as Forças Militares esperam oferecer boas notícias sobre sua luta contra as FARC nos próximos dias.
Fonte:  tradução livre do jornal El Colombiano
COMENTO:  espera-se que a boa notícia que os militares pretendem ofertar nos próximos dias seja a respeito do abate de Alfonso Cano. Realmente isso seria excelente, a fim de sepultar de vez as dúvidas levantadas pelo boato de que esse bandido teria aproveitado a suspensão das ações militares durante o desenrolar da missão humanitária cumprida por militares brasileiros na Colômbia.
.

Nenhum comentário: