quarta-feira, 18 de agosto de 2010

ARROZ, FEIJÃO, SAUDE, EDUCAÇÃO.

A mesmice tomou conta da campanha política, que acho que nem com o inicio da parte televisiva vamos ter um pouco de emoção.
Plinio de Arruda Sampaio quer fazer uma Revolução a la 17 de Outubro. Não tem bala na agulha nem tempo de vida para isso.
Marina da Silva é uma descolada da realidade, só fala em desenvolvimento sustentável. Mas não entende nada de produção, tributos ou qualquer assunto que diga respeito da Administração do Estado.
Serra não está conseguindo convencer ninguém, principalmente elogiando a Administração do batráquio barbudo.
Dilma Roussef se esforça ao máximo para dizer alguma coisa que tenha sentido, mas mal consegue disfarçar seus instintos autoritários, ditatoriais.
E Dilma não é Lulla. Ela subiu no pau-de-arara, ela tomou choques, ela sangrou, ela gemeu de dor. E quando tiver o poder ela vai revidar. Podem aguardar que vamos ter cenas dos proximos capitulos emocionantes.
Esse pais não é um pais sério, como (dizem que) disse De Gaule.
Só aqui os vencedores de uma guerra, contra o terror, permitiram que os perdedores escrevessem a História daqueles dias. Isso não acontece em nenhum outro lugar. Quem manda nos fatos, na verdade, em tudo que se relaciona com um período conturbado da História são sempre os vencedores. Menos aqui no Brasil.
Vai dar merda, de novo.

Nenhum comentário: