domingo, 9 de maio de 2010

Dia das Mães

Michelangelo's Pietá - Wikipedia

Mãe é Mãe todos os dias, além mesmo de 366 dias por ano!

Desde o momento em que percebe existir um indício de vida em seu ventre, a Mulher transforma-se em um ser dedicado à formação, criação e educação daquilo que será a preservação de sua espécie.
E esse sentimento materno extrapola o direcionamento inicial, de seu rebento, para os demais seres que com ela convivem.
E nós, os homens, somos os principais beneficiários dessa capacidade feminina de espalhar atenção, carinho, afeto, amor e tantas outras sensações de bem-estar por onde estejam. E são elas que, com seu jeito peculiar, alegram qualquer ambiente com sua tagarelice, enfeitam qualquer lugar com sua presença, compartem felicidade com sua capacidade simples de impressionar-se com bolsas e sapatos, e, principalmente, somente com um olhar, nos dizem quando estamos certos ou errados.
Ao escrever estas palavras simples, lembro o conselho de um velho capelão para analisar se uma ação qualquer seria correta ou não: pense em sua Mãe, se a imagem visualizada estiver com um olhar de reprovação, não continue, se o olhar for de aprovação, fique tranqüilo, voce está agindo corretamente.
Nesta data, dedicada comercialmente às Mães, não quero simplesmente parabenizá-las, mas sim agradecer a Deus por nos proporcionar conviver com seres tão maravilhosos.
E encerrando esta mensagem, um tanto machista, eu sei, quero agradecer às Mulheres pelo simples fato de existirem e serem como são!

Nenhum comentário: