segunda-feira, 19 de abril de 2010

Lula e a Polícia

por Diogo Mainardi
O presidente Lula conduz o Itamaraty da mesma maneira que o bispo Romualdo conduz a Igreja Universal. Os dois recomendaram procurar os bandidos nas cadeias e negociar diretamente com eles, dizendo: "Pô, a gente está fazendo um trabalho tão bacana. Pô, todo mundo armado. Pô, a gente é companheiro ou não é?".
O bispo Romualdo, de acordo com a Folha de S.Paulo, resumiu candidamente o espírito desse seu empenho diplomático bilateral: "Nosso problema não é o bandido, nosso problema é a polícia". É o que Lula tem repetido insistentemente nos últimos anos, em todos os encontros internacionais. Ele recomenda procurar os bandidos em suas cadeias e negociar diretamente com eles. Porque o problema, segundo Lula, não é o bandido de Cuba, o bandido de Gaza, o bandido da Coreia do Norte, o bandido da Guiné Equatorial, o bandido da Venezuela – o problema é a polícia.
Em 16 de maio, o bispo Lula emulará o presidente Romualdo e dará o passo mais ruinoso de sua carreira. Ele procurará Mahmoud Ahmadinejad em sua cadeia iraniana e negociará com ele "olho no olho", prometendo ajudá-lo a escapar da polícia dos Estados Unidos e da Europa. Lula retribui assim a visita de Mahmoud Ahmadinejad ao Brasil, no fim do ano passado. Um de seus acompanhantes naquela visita foi Esmail Ghaani, que entrou anonimamente no país.
Ele era comandante interino das Forças Quds, a unidade de elite da Guarda Revolucionária iraniana. A caminho do Brasil, Mahmoud Ahmadinejad e Esmail Ghaani fizeram uma escala no Senegal. O jornal Al Qanat, publicado no Líbano, em árabe, relatou que Esmail Ghaani usou sua passagem por Dacar para adquirir uma série de docas no porto local, em nome da companhia de fachada IRISL. Nessas docas, a Guarda Revolucionária iraniana pretende armazenar os produtos triangulados da América Latina, a fim de furar o bloqueio comercial imposto pela ONU.
O contrabando é apenas uma das bandidagens praticadas pelas Forças Quds. O Departamento do Tesouro dos Estados Unidos denunciou-as por treinar, financiar e armar terroristas. O chefe de Esmail Ghaani, Qassem Suleimani, foi punido pela ONU, que congelou seus bens. A Europa acusou a Guarda Revolucionária de comandar o programa nuclear iraniano e passou a perseguir seu conglomerado de empresas por "proliferação de armas de destruição em massa".
O que Esmail Ghaani fez no Brasil? Com quem ele se encontrou? Empresas nacionais negociaram com as empresas de fachada das Forças Quds? Para Lula, nenhuma dessas perguntas importa. Afinal, a gente é companheiro ou não é? Olho no olho com Mahmoud Ahmadinejad, em maio, Lula poderá dizer mais uma vez: "Nosso problema não é o bandido, nosso problema é a polícia". Pô.

Um comentário:

Anônimo disse...

Por indicação do seu companheiro de sacanagem, o assessor de Marco Aurélio Top-Top Garcia, Bruno Garpar, vai receber uma das mais importantes comendas concedidas pela diplomacia brasileira, a Ordem de Rio Branco.

A comenda é oferecida pelo Itamaraty, no dia 20 de abril, dia do Diplomata e aniversário de nascimento do Barão de Rio Branco.

Na lei que instituiu a medalha está dito que “é destinada a galardoar os que, por qualquer motivo ou benemerência, se tenham tornado merecedores do reconhecimento do Governo Brasileiro, servindo para estimular a prática de ações e feitos dignos de honrosa menção, bem como para distinguir serviços meritórios e virtudes cívicas.“

Os únicos “feitos dignos”, “ação meritória” e “virtude cívica” do tal condecorado Bruno Gaspar foi ter participada de uma dança de acasalmento com o seu chefe Marco Aurélio Garcia, depois disso conhecido por Marco Aurélio Top-Top, comemorando sobre as 200 vítimas do acidente da TAM, em São Paulo, uma notícia que achavam iram inocentar o seu chefe Luis Inácio Lula da Silva, da responsabilidade do acidente aéreo.

Em qualquer república do mundo os dois estariam na privada, no Brasil, continua fazendo danças de acasalamento, só que longe das cameras e concedendo benesses um ao outro.

Perdão Barão do Rio Branco. Ese ato abjeto é a renovação da afronta aos familiares das vítimas do voo da TAM. Uma coisa repugnante. Alguém precisa fazer alguma coisa.

Veja como se ganha uma comenda da Ordem do Barão do Rio Branco

A primeira dama inútil,ea mulher do vice também ganharam as suas medalhas da Ordem do Barão do Rio Branco.


* Nota dessa blogueira: Como se ganha a medalha do Mérito da Ordem do Rio Branco NO GOVERNO LULA.