domingo, 11 de abril de 2010

E se o PSDB Visitar o Túmulo de Celso Daniel?

por Gravataí Merengue
Imaginem a cena: um candidato tucano, como quem não quer nada, vai com seus assessores até o túmulo de Celso Daniel e ali deposita flores para homenagear a memória do saudoso prefeito de Santo André, vítima de uma tragédia até hoje repleta de controvérsias. Não se pode dizer com toda a certeza do mundo, mas é provável que alguns petistas considerem tal hipótese oportunista - sobretudo diante das acusações e dúvidas que pairam sobre o caso. "Politicagem eleitoreira" e "falta de respeito" seria o mínimo a ser dito sobre o caso.
Dilma Rousseff fez o mesmo, mas com Tancredo Neves.
O PT, em 1985, NÃO PERMITIU seus deputados que votassem em Tancredo Neves, no chamado Colégio Eleitoral. Foi uma proibição veemente e efetiva: o partido expulsou três parlamentares desobedientes (dentre os quais, Bete Mendes). Três anos depois, e isso vale como curiosidade, o mesmo PT não assinou a Constituição Federal vigente até hoje.
A candidata do Partido dos Trabalhadores é Dilma Rousseff e sua legenda NÃO apoiou Tancredo num caso extremo: era ele ou Maluf, o candidato da Ditadura, o mesmo Maluf que, vejam só!, hoje está em sua base de apoio. Mas Dilma, nesta Semana, foi até São João Del Rey e depositou uma coroa de flores sobre o túmulo de Tancredo Neves, tentando ignorar ou mesmo buscando reescrever na marra a história política do Brasil.
Leia o restante do texto na
Fonte: Imprensa Marrom
COMENTO: e a campanha eleitoral está só começando. Além da inauguração de maquetes e pedras fundamentais, ainda haverá choro e ranger de dentes.

Nenhum comentário: