terça-feira, 15 de dezembro de 2009

Mamona Assassina.

.
"Por isso, companheiros, eu estou aqui. Estou aqui, orgulhosamente, vendo mais uma fábrica de biodiesel ser inaugurada, ver os trabalhadores ali. Antigamente, mamona valia tão pouco que a gente dizia: “quer vender alguma coisa? Quanto custa? É preço de mamona, é preço de banana. Agora, não. Agora, isso aqui vale dinheiro para muita gente que não ganhava nada. Vale garantia de que as pessoas terão um trocadinho no final do mês para levar comida para casa".
.
(Lula da Silva, na cerimônia de inauguração da Usina de Biodiesel da Brasil Ecodiesel, Crateús-CE, em 31 de janeiro de 2007.)
......................................................
A Brasil Ecodiesel anunciou hoje que está desativando definitivamente suas duas usinas de produção de biodiesel localizadas no Nordeste, em Crateús (CE) e Floriano (PI). As usinas foram construídas para a produção de biodiesel a partir de oleaginosas alternativas que seriam produzidas pela agricultura familiar no Nordeste. O projeto não vingou.
Segundo comunicado divulgado ao mercado, a decisão está em linha com a diretiva estratégica de melhor uso dos seus ativos ociosos e se baseia, entre outras razões, na "dificuldade logística incontornável" de obtenção de matérias-primas o que afetou a competitividade dessas usinas nos leilões organizados pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

Um comentário:

Anônimo disse...

Engraçado... Essas notícias não saem na GLOBO... Porque será???
Mais uma do (M)Lula da Silva...