segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Lula Está Certo?



LULA está certo? Esta é a pergunta que o GRUPO GUARARAPES faz aos brasileiros. Para o que segue, iremos nos apoiar na História, a mãe da vida.
Napoleão designou para seu chefe de Estado-Maior um general de péssimas qualidades de caráter. Capaz de praticar qualquer ato para agradar ao chefe. O grande Marechal Ney, um dos maiores heróis da França, foi ao Imperador, seu amigo, e fez o seu protesto. Recebeu como resposta: “Ney, entenda que há necessidade de utilizar canalhas para determinadas missões”.
Hitler dominou a Alemanha e para isto cercou-se da fina flor de homens que não só lhe batiam palmas, mas faziam o que lhes mandava. É histórica a maneira como ele destruía aqueles que poderiam lhe fazer frente. A destruição do chefe do Estado Maior Alemão - Marechal Walter Von Brauchitsch - é de uma indignidade a toda prova. Os generais que o cercavam eram desprovidos de caráter e seus auxiliares civis apenas se curvavam à sua vontade.
Stalin foi ainda pior de que Hitler neste sentido. Todos que lhe poderiam fazer sombra foram mortos e alguns que conseguiram fugir ainda assim foram assassinados. Os que ficaram com eles – KALININ e MOLOTOV, como exemplos – representam a mais abjeta condição humana. MOLOTOV, teve a esposa, que adorava e que foi salva pela morte de Stalin, presa a mandado do mesmo Stalin, mas ele continuou a servir ao seu senhor.
Luis XVI deixou de apoiar o seu íntegro ministro da fazenda – barão de Turgot que tentava salvar a França da desgraça que se aproximava e deixou se encantar pelas palavras doces dos cortesãos. Todos sabem do desastre.
O resultado final dos quatro exemplos acima, todos querendo se manter no poder a todo custo, foi terrível para eles e para a humanidade. Napoleão quase destrói a Europa, Stalin matou o seu próprio povo e escravizou mais da metade do continente europeu, Hitler é o símbolo da desgraça humana e Luis XVI deu motivo à revolução francesa, criando a força da guilhotina.
Os nossos amigos já estão perguntando: o que tem LULA com isso? Vejam como ele se apega ao Poder. Abandona os seus amigos antigos e se junta aos seus inimigos, como Collor e Sarney. É atacado de todos os lados por se aproximar do que há de pior na política brasileira. Os antigos componentes do seu partido político torcem a cara e fecham o nariz por não aceitarem a borra da política dentro do palácio. Os opositores o atacam pelas mesmas razões e ainda por um fato que virá: LULA, ao lado da canalha política, tentando ganhar em 2010, irá vender o Brasil ao diabo, tentando impingir uma comuno-terrorista e mentirosa, para o lugar que considera seu, e cumprir suas ordens enquanto aguarda o seu retorno, preparando-o para 2014.
Assim fizeram e fazem todos os que se cercam de gente sem caráter.
O GRUPO GUARARAPES já pode perguntar: LULA está certo? Respondam.
Quando a derrota se aproximar vai se repetir o que aconteceu com LUIZ XV. No leito de morte pergunta: “Chamem a DU BARRY”, sua amante predileta.
Alguém lhe respondeu que foi embora e ele apenas, com voz fraca, falou: JÁ?
Os canalhas irão lhe dar este prazer e LULA apenas poderá dizer: JÁ? MERDA!
ESTAMOS VIVOS! GRUPO GUARARAPES!
batistapinheiro30@yahoo.com.br
www.fortalweb.com.br/grupoguararapes
21 Dez 2009

UM POUCO DE HISTÓRIA:
“O apelo obstinado ao Poder simboliza o bloqueio do regime ao progresso e à esperança”.
O Livro de Ouro das Revoluções
Esta frase expressa o Brasil que vivemos. Para a continuação no Poder estão se unindo ao pior da espécie humana: Aos ladrões, aos sem honras, aos mentirosos, aos corruptos e corruptores. Tudo é válido para se manter no Poder.

O pensador polonês Leszek Kolakowski escreveu a GRANDE VERDADE:
“Nas sociedades totalitárias a mentira tem uma função especial: Versões são impingidas ao povo de cima para baixo e podem ser alteradas logo no dia seguinte”.
(Os sete chefes do império soviético)
O mensalão foi abafado com mentiras. O presidente mentiu. A Ministra Dilma mentiu. Todos mentem para salvar o comunismo, hoje chamado de socialismo.
A VERDADE É A FORÇA DA DEMOCRACIA. A MENTIRA E A ARMA DAS DITADURAS.

Nenhum comentário: