segunda-feira, 7 de setembro de 2009

Formadores de Opinião - Lamentável

Mensagem enviada 
Ao sr  Leão Lobo
Lamentavelmente no dia de hoje, 7 de Setembro, tive o desprazer de assistir duas demonstrações de completa falta de conhecimento ocorridas em programa que o senhor apresenta pela rede CNT. Falha grave em quem trabalha com formação de opinião. No programa Notícias&Mais de hoje, vi um outro apresentador afirmar que "desfiles militares" são retrógrados e tipicamente culturais da América Latina, insinuando que eles seriam uma manifestação de atraso cultural. 
Mal informado ou mal intencionado, o tal cidadão nunca deve ter assistido, mesmo que pela TV, alguma comemoração das Datas Nacionais da França, Alemanha, Russia, Itália, China, Canadá, Austrália e outras grandes nações (independente de regimes de governo) que sempre destacam suas Forças Armadas como demonstração de Força e Independência. Mesmo os EUA citado como um país que realiza um desfile cívico, não abre mão da presença militar em suas comemorações. Pelo contrário, as Forças Armadas norte americanas sempre receberam todo tipo de manifestações de respeito, apoio e admiração por parte de seu povo. Não é por acaso que, apesar da "crise mundial", os EUA são a maior liderança política e econômica global.
Finge desconhecer o citado jornalista que a Independência de qualquer Nação repousa em sua capacidade de defender, no mínimo, seu território. E essa defesa está nas mãos dos seus militares, "amados ou não" como dizia Vandré.
Além do mais, desconsidera o jornalista que os militares também fazem parte da sociedade brasileira, não podendo, assim, furtarem-se às comemorações na data máxima da nossa nacionalidade.
A deficiência material de nossas Forças Armadas não significa despreparo dos seus profissionais, considerados por similares de outros países como paradigma de capacitação, graças a enorme capacidade de adaptação às adversidades de todo tipo, característica herdada de nosso povo.
O sucateamento a que as Forças Armadas vem sendo submetidas desde a década de 90 se deve ao revanchismo ideológico de pessoas que assumiram o governo graças à Democracia mantida pelos militares, que impediram que aqui se instalasse uma grande Cuba.
A outra opinião que me pareceu fora de tom foi quando o senhor falou a respeito da antiga disciplina de OSPB. É claro que o senhor tem todo o direito de dizer que odiava a disciplina e que a achava chata, mas de forma alguma é respeitável sua opinião ao afirmar que ela era inútil.
Graças à falta de uma disciplina que ensine os futuros construtores do país a amarem esta Pátria, é que vemos a corrupção, a imoralidade pública, o "jeitinho", a safadeza, o "levar vantagem em tudo" tornarem-se fator cultural predominante em nossa juventude.

Opiniões como as relatadas, inegavelmente são direitos inalienáveis a qualquer cidadão, todavia, quando veiculadas em um programa televisivo com a audiência como a que o senhor tem, tornam-se fatores que alimentam a desagregação social, buscada por revanchistas mal intencionados que buscam alijar o estamento militar da sociedade a que pertencem desde sua formação na epopeia de Guararapes.
Já dizia Caxias que "a farda não abafa o cidadão no peito do Soldado"

Melhor faria a produção do seu programa se limitassem sua pauta aos "acontecimentos" (fofocas) das vidas íntimas de artistas, andamento de novelas, desfiles e comentários sobre moda e outros assuntos sobre os quais tenham conhecimento suficiente para emitir opiniões.

Nenhum comentário: