quinta-feira, 16 de julho de 2009

Lula, o Jorge Guinle de Garanhuns

.
O jornal de ontem fala sobre o imbrogio que Luís Inácio deixará para o próximo presidente da República: a dificuldade de governar o país com 'explosão dos gastos públicos' (O Globo, pág.3). O presiMente deixará um buraco nas finanças do Estado.
Isso não é novidade para nós. Mas me fez lembrar Jorge Guinle, aquele milionário cuja família era dona do Hotel Copacabana Palace, de um castelo no Parque Guinle e uma tremenda fortuna. Luís Inácio e Jorge Guinle têm muita coisa em comum, embora sejam de nível social e intelectual totalmente distintos.
Jorge Guinle teve relações amorosas com diversas atrizes de Hollywood. Luís Inácio mantém relações amorosas com todos os partidos, lados, seitas, ideologias. Se abraça, rala e rola tanto com democratas quanto ditadores.
Jorge Guinle se vangloriava por nunca ter trabalhado na vida. Luís Inácio se gaba de nunca ter estudado e pouco trabalhou para manter seus gastos. Encerrou a labuta aos 23 aninhos de idade e daí em diante só precisou falar - seu passatempo predileto - em palanques e portas de fábricas para encaminhar os trabalhadores à greve.
Eduardo Guinle se divertia com comes e bebes acompanhado de mulheres. Luís Inácio com discursos e conchavos, acompanhado de políticos.
O magnata desperdiçou a fortuna da família nas noitadas luxuosas, viagens, lindas mulheres e presentes para garantir muitas amizades. Luís Inácio desperdiça o dinheiro da União com viagens pelo mundo, mimos aos correlegionários para tê-los nas mãos e doações aos pobres para garantir votos.
Para satisfazer sua vaidade, Jorge Guinle precisava mostrar que era um ricaço. Luís Inácio precisa mostrar que é poderoso. Jorge Guinle distribuía presentes às mulheres para ser amado. Luís Inácio distribui esmola para ser admirado.
Com o falso argumento de providenciar a igualdade social, nosso presiMente joga nosso dinheiro no ralo. Igualdade social só haveria no dia em que todos pudessem se manter por conta própria. Dar esmolas não melhora a vida dos pobres, muito pelo contrário, os torna dependentes. Aliás, Luís Inácio provocou uma dependência em mão dupla: o povo depende do governo para comer (mal) e tanto seu governo quanto os que vierem depois se tornaram dependentes da doação populista que dificilmente será revertida.
Luís Inácio é o Eduardo Guinle de Garanhuns.
COMENTO: decididamente, Jorge Guinle estava em um patamar ético muito superior ao do idiotente (idiota incompetente). O "playboy" gastou toda a sua fortuna, mas ela era herança que ele recebeu de sua família, enquanto que o Palhaço do Planalto esbanja o que não lhe pertence. Jorge Guinle sempre andou acompanhado por belas mulheres (caráter à parte), já o Apedeuta só consegue bem relacionar-se com espécimes machos de sua laia (Sarney, Collor, Renan, Ahmadinejad, Gadafi, Al-Bashir, e por aí vai...), quanto a mulheres, melhor não comentar!

Um comentário:

Gusta disse...

Off topic

Ajude-nos a divulgar a petição online "Fora Sarney".

Exemplo de post: http://alertabrasil.blogspot.com/2009/07/assinem-e-repassem-aos-amigos.html

Endereço da petição:http://www.petitiononline.com/gosarney/petition.html

Obrigada.