terça-feira, 16 de junho de 2009

Raposa / Serra do Sol: As Fabulosas Indenizações

por Izidro Simões
Quem esperava que a FUNAI fosse pagar uma “merreca” de indenização para os “posseiros de má-fé” que estavam dentro das terras da futura nação indígena, caiu do cavalo.
Causando grande surpresa e mostrando larga generosidade, a FUNAI fez questão de compensar com inesperada justiça a todos os fazendeiros que lá estavam, embora, como já sabemos, os fazendeiros tinham, todos eles, “títulos falsos” de suas propriedades, algumas delas, fingidamente com mais de 100 anos, do tempo em que as terras hoje de Roraima, ainda eram do Amazonas.
Aqui está a lista dos 13 últimos das centenas de “invasores”, que tem direito de receberem as suas inesperadas e fabulosas indenizações. Como o 13 é reconhecidamente o número da sorte, talvez seja por isso que a FUNAI tenha sido especialmente generosa com eles.

- Fazenda São João, R$ 168,81
- Fazenda Eldorado, R$ 1.436,05
- Antonio Almeida Lima, R$ 1.918,34
- José Batista Neto, R$ 2.717,42
- Manoel Evangelista Dias, R$ 6.287,93
- Casa Clube das Mães (Surumu), R$ 15.913,97
- José Alves Crispim, R$ 32.958,25
- Espólio de Levindo Inácio de Oliveira, R$ 33.387,76
- Espólio de Cícero Pereira da Silva, R$ 40.752,76
- José Vieira de Albuquerque, R$ 46.420,40
- Maria Tereza Costa de Magalhães, R$ 49.560,23
- Ivo Barili, R$ 97.262,31
- Manoel da Silva Mota, R$ 124.592,27


Perfazem uma mega-sena de R$ 453.000,00 dos quais já podem ser recebidos os alvarás para levantamento da quantia depositada no Banco do Brasil.

Mas temos que ser tolerantes, porque é mais importante indenizar os heróicos guerrilheiros anistiados, como por exemplo Dilma Rousseff que, segundo noticiaram, pleiteia indenização em 3 diferentes Estados da Federação.
Assim, vemos o quanto vale ser da "tchurma" do governo e o quanto NÃO vale quem não é...
Como pode uma fazenda valer R$168,00? Isto é o preço de um jantar para dois num restaurante de classe média no Rio ou São Paulo...
Eu queria saber se nós depositássemos tal soma no Banco do Brasil será que poderíamos ficar com pedaços de terra da União? Mas, pensando bem, é melhor invadir, pois como disse nosso (?) Lula da Selva invadir é bom negócio quando se está na oposição...
Como se pode constatar, a justiça da FUNAI foi até as minúcias, não desprezando nem os centavos. Melhor que isso, só isso mesmo!
No dia 14 de junho – domingo – sairá o último “invasor”: o fazendeiro Adolfo Esbell, expulso da Raposa / Serra do Sol, contando com apenas 82 primaveras e que com a sua certamente grande indenização, vai dar uma volta pelo mundo, começando pela Coréia do Norte.
e Izidro Simões – izidropiloto@oi.com.br - Piloto de avião
COMENTO: O pior de tudo é que se você procurar confirmar esses valores na imprensa não vai encontrar nenhuma referência a eles. A notícia que encontrará é a de que os "não índios" estão sendo indenizados mas alguns questionam os valores, que nunca são mencionados. Me parece que estas indenizações são o que se chama vulgarmente de "balão de ensaio". Preparem-se os proprietários de qualquer coisa que possa ser desapropriada, "expropriada", roubada, tomada ou seja lá que nome for dado pela ditadura comunista que está se consolidando neste país com a omissão da parte da sociedade que paga a festa toda.

Nenhum comentário: