domingo, 10 de maio de 2009

Delegado Dr. Sérgio Fernando Paranhos Fleury

Uma homenagem póstuma à este profissional que deu tudo de si  para impedir a tomada do Brasil pelos terroristas brasileiros comandados por Cuba e União Soviética.

CURRÍCULUM VITAE
Nome: Sérgio Fernando Paranhos Fleury
Filiação: Dr. João Alfredo Curado Fleury
Dra.Vera Paranhos Curado Fleury
Nascimento: 10/05/1933
Nacionalidade : Brasileira
Naturalidade: Niterói –Rio de janeiro
Estado civil: casado
Grau de Instrução: Universitário
R.G: 1 340 678
CIC: 006 315 018-27
Falecimento: 12/05/1979, em Ilha Bela-SP.

CURSOS DE FORMAÇÃO
Primário: Liceu Pasteur (antigo Liceu Franco Brasileiro) 1941/1944;
Ginasial: Liceu Coração de Jesus (1945/1949);
Colegial: Colégio Rio Branco e Ateneu Brasil (1945/1952);
Superior: faculdade de Direito do Vale do Paraíba (1957/1961);
Curso de Investigador de Polícia (1955);
Curso de Medicina Legal (Extensão Universitária);
Curso de Policiamento Rodoviário;
Curso Bodyguard (Cristish Training Teem);
Curso de Investigação Especializada III;
Curso Intensivo sobre “Problemas Atuais de Direito Penal” (30/09/1974);
I- Ciclo de Estudos de Criminologia (02/07/1975);
II- Semana Paulista de Estudos Policiais;
Curso especial de Administração pela Faculdade de Economia e Administração da USP (24/06/1976).

ATIVIDADES
1950/1952: Funcionário Extranumerário do Departamento de Ordem Política e Social-DOPS.
1952/1955: Escriturário da Secretaria da Segurança Pública.
1956/1960: Investigador de Polícia, tendo excercido suas funções na Delegacia Especializada de Homicídios (1956/1958);1959/1960: 6ª Divisão Policial; Diretoria do Policiamento da Capital e Rádio Patrulha; Rondas Unificadas do Departamento Estadual de Investigação-RUDI;
1960/1962: Encarregado Geral.
1952/1964: Delegado Substituto - 6ª Divisão Policial. Diretoria de Policiamento e Rádio Patrulha.
1964: Nomeado Delegado de Polícia de 5ª classe Interino (mantido na mesma função).
1967: Janeiro a Março, Delegado de Polícia do Município de Artur Nogueira.
1967: Abril: Sexta Divisão de Policia - Diretoria do Policiamento e Rádio Patrulha.
1967: Promovido por MERECIMENTO a Delegado de 4ª Classe (mantido na mesma função).
1969: Promovido por MERECIMENTO ao cargo de Delegado de 3ª Classe (mantido na mesma função)
1969: Agosto: Departamento de Ordem Política e Social DOPS. Delegado Adjunto á Especializada de Ordem.
1970: Março: Departamento da Grande São Paulo - DEGRAN
1970: Março: Comissionado Delegado de Polícia de 2ª Classe no DEGRAN, na função de Assistente do 16º DP
1970: Junho: Promovido por ato de Bravura a Delegado de 2ª classe.
1970: Junho - COMISSIONADO como Delegado de 1ª Classe e designado como Delegado do 41º DP –Vila Rica.
1970: Outubro - Departamento de Ordem Política e Social - DOPS. Delegado Adjunto á Especializada de Ordem Social.
1974: PROMOVIDO POR MERECIMENTO ao cargo de Delegado de Polícia de 1ª Classe. Mantido no Departamento de Ordem Política e Social-DOPS, na mesma função da Especializada de Ordem Social.
1975: Março - COMISSIONAMENTO - Delegado de Polícia de Classe Especial e consignado como Delegado Titular da Delegacia Especializada de Ordem, hoje Divisão de Ordem Social.
1975: Professor de Polícia.
1976: Maio - PROMOVIDO POR MERECIMENTO a Delegado de Polícia de Classe Especial.
1976: Maio - mantido no DOPS no mesmo cargo de Diretor da Divisão de Ordem Social.
1977: Setembro - Diretor Geral de Polícia do DEIC.

ELOGIOS E PROMOÇÕES ESPECIAIS

1969: Elogiado por Resolução do Exmo. Sr. Secretário da Segurança Pública e propositura de Promoção por Ato de Bravura por ter sido responsável pela queda do líder terrorista Carlos Marighella.
1970: Promoção por Ato de Bravura, por Decreto do Exmo. Sr. Governador do Estado, acolhendo a representação do Exmo. Sr. Secretário da Segurança Pública.
1970: Novembro: Elogiado pelo Exmo. Sr. Secretário de Segurança Pública por chefiar as operações que culminaram com a queda do líder terrorista Joaquim Câmara Ferreira.
1974: Julho - Ofício do C.I.E/Gabinete do Exmo. Sr. Ministro da Guerra “Destacando os excepcionais serviços prestados à Segurança Nacional”.
1974: Novembro - Elogiado por resolução do Exmo. Sr. Secretário da Segurança Pública pelo desbaratamento e prisão da quadrilha de Eliezer Gonzaga da Silva.
1976 - Elogiado por Resolução do Exmo. Secretário da Segurança Pública, por participar da elucidação de um seqüestro.
1976: Maio - Elogio do Exmo. Sr. Secretário da Segurança Pública pela elucidação do seqüestro de Gustavo Yoshicka, de 5 anos, ocorrido na cidade de Dracena/SP.
1976: Outubro - Elogio dos Senadores Itálivio Coelho e Saldanha Dorzi pela elucidação do seqüestro e morte de Lúcio Coelho Filho.

TÍTULOS HONORÍFICOS
Medalha de Amigos da Marinha (13/12/1970)
Comenda da Grã Cruz Sete de Setembro (07/09/1974)
Título de Melhor Policial do Ano (1974)
Medalha do Mérito Policial -1º Grau (Ouro) - (21/04/1976)
Medalha Anchieta - Câmara Municipal de São Paulo (20/04/1976).
Cidadão Adamantiense (26/08/1877).
Medalha Ana Néri (comarca) - (11/09/1977)
Cidadão Dradenense (1970)
Medalha de Mérito Integração Nacional (25/01/1978)
Título de melhor Policial do Ano - 1979

Esposa: Sra. Maria Isabel Oppido Fleury, nascida em 24/01/1932.
Três Filhos:
1) Maria Beatriz Fleury Castilho, nascida aos 07/01/1965;
2) Paulo Sérgio Oppido Fleury, Delegado de Polícia, nascido aos 12/03/1956.
3) Nicolau Fernando Oppido Fleury, Investigador de Polícia, nascido aos 25/03/1958, falecido em 18/10/1983.
Fonte: Navegação Programada
COMENTO: se vivo fosse, o Delegado Sérgio Fleury estaria completando, nesta data, 75 anos de idade. Minha singela homenagem ao patriota que tanta falta faz nos dias em que o Brasil está entregue à criminalidade e à falta de garantias de vida aos seus cidadãos.

36 comentários:

Anônimo disse...

Meu Deus, só pode ser um doente quem defende a memória de um demônio destes. Os argumentos para defender as atrocidades cometidades por este torturador são as mesmas utilizados po Fidel para fuzilar os "inimigos de Cuba", ou do ditador Stalin para massacrar os opositores do seu sistema, ou de Mao Tse para fazer o mesmo na China, e de tantos outros ditadores. São todos "farinha do mesmo saco", e devem estar felizer batendo papo no inferno. Não existe ditadura ou ditador que sejam bons, não devemos justificar os fins pelos meios. Os meios soviéticos para alcançar o "paraíso", eram os mesmos pelo defenssores da "Democracia Liberal".

Tuaregue disse...

Prezado Anônimo. Grato por expressar sua opinião. Somente gostaria de fazer uma pequena retificação ao seu texto. Não conheci pessoalmente o Dr Fleury mas conheci muito bem a época em que ele viveu e não considero "atrocidades" as ações que ele cometeu. Eu sei bem o tipo de gente contra quem ele lutava. No contexto atual o combate aos terroristas parece grotesco. Na época não era. Lutava-se, além dos bandidos, contra o tempo e graças às "atrocidades cometidas" muitas vidas foram salvas de sequestros e atentados terroristas. Inclusive vidas de pessoas que hoje em dia criticam a "ditabranda". Respeito sua opinião, tanto que a publiquei, e atribuo a mesma à forte propaganda negativa feita há mais de um lustro contra os que lutaram e venceram a luta armada (e que perderam a luta ideológica) mas, ao mesmo tempo em que o respeito, defendo meu direito de defender a memória dos que lutaram para que, hoje, pudessemos desfrutar de nossa liberdade de expressão.

Anônimo disse...

Voce deve ser um daqueles torturadores da época ditadura, frustrado porque esse tempo acabou!
Tomara que esse desgraçado do Fleury apodreça no inferno!!
PS. Os freis dominicanos também era terroristas? Talvez sim, uma facção armada da igreja não é? Hushduhsu vai arrumar o que fazer!

A Revolução do pensamento disse...

Esse cara deve tá la no inferno, com tantas torturas.. foi assasinado.. com certeza...

Anônimo disse...

Penso q é por isso por existir pessoas como vc q o mundo nunca estará livre de demônios! Alias nunca não, um dia qdo Jesus voltar vcs terão o reino e o verdadeiro merecimento pde ter certeza!Continue c seu blog vc tera uma gde recompensa!!

PARCIAL disse...

Em relação ao educado e coeso Tuarege eu parabeniso, em relação ao anonimo que só por trat-se assim já um covarde e o outro de pseudonimo de revolução, não tem conhecimento de causa, pois se bem diz os anais da história quem eram os revolucionários... o que faziam para acabar coma a ditadura...
Estes dos quais menciono não eram idealista pois fugiram de seus ideias para uma democracia....
Suas metas: adquirir fianciamento para serem armados.Como? Rubando Bancos, assaltando Trens como o Pagador, invadindo casa de governador, sequestrando embaixadores e uma das prioridades se vissem um Policial " ...MATEN-NO, ATIREM PRIMEIRO SEM DÓ" Palavras essas de Carlos Lamarca comuinista Capitão do exercito que treinava os guerrilheiros, enmtre outros que existiam e surgiam...

Nessa época com na historia eu não vejo heroismo de nem um "COMPANHEIRO", muito embora a sua revolta em relação a dedicatória honrosa acima menciona ao Delegado Fleury, transparece que vc foi um desses idealista e pode ter sofrido tortura e guarda suas raivas dos torturadores, ou até teve alguem de sua família torturada e presa.....
Digo uma coisa vc qdo vê uma viatura da Polícia Civil ou os policiais em uma delegacia deve ter raiva deles tb não é?
Eu imagino...!!!! Não se esqueça que esses que vc abomina podem ser descendentes dos torturadores que vc mais odeia e podem até salvar a sua vida hj.. pense bem antes criticar e manda para o inferno etc.. leia a historia veja os dois lados, vejam os episódios depois critique...
Sehj a população paulista está a merce dos bandidos e porque que governa esse Estado são as pessoas que vc admira e q tb foram presos ..então eu Pergunto?
E seus idealismos agora, Serra, Alckmim, Fernando Henrique e outros.....
Indignação é estado está do jeito que vcs Idealistas deixaram...

Anônimo disse...

Até inclusive há uma homenagem feita ele com esta musica:
http://www.4shared.com/file/24821636/f7c9d37/07_Pardinho_e_Pardal_-_Rei_dos.html?s=1

Anônimo disse...

Tu já parou para pensar se voçê não é filho de algum estupro do Fleury? não importa de qual lado é, o estupro é inadmissível, mostra o quão covardes foram, esse Fleury não passava de um bosta cagão, "o pior inimigo é o que tem medo!!!!" agora com todo respeito...imagina a tua mãe sendo estuprada pelo Fleury depois tu continua com essa tua bobagem.............!

Tuaregue disse...

Ao Anônimo de 25 Mar 2010: Meu jovem, eu sei com muita certeza quem é o meu pai, não sei se você pode dizer o mesmo. Não entenda isto como agressão ou ofensa. Quanto à "estória" dos estupros a que teria sido submetidas as "jovens inocentes" que queriam transformar este país em um "Cubão", convenhamos. Se tivessem realmente ocorrido - e a mentira de ter sido torturada/estuprada é a defesa mais usada pelos patifes terroristas, que ensinaram a "manha" para os presos comuns, de forma que qualquer criminoso ao apresentar-se em juízo alega "ter confessado sob tortura" -, se considerarmos o "padrão das supostas estupradas", os executantes do "ato", deveriam ser indenizados por serem os reais torturados.

Oguimara disse...

Para Tuaregue: Leia e aprenda, defensor da igonrância e da tortura. Não bloqueio o meu perfil por não ser moleque e nem temer pelas opiniões que sustento. http://oguimara.blogspot.com

Anônimo disse...

Passados tantos anos, só lamento não termos tido tres Fleurys,pois as "vítimas da revolução" que escaparam ou voltaram do exílio tornaram o Brasil um país detestável, com um mar de lama, corrupção, "direitos humanos" para quem não é humano, um simulacro de democracia na qual somos obrigados a votar nessa canalha de bandidos travestidos de políticos. Hoje em dia favelado possui "fé pública", quer morar à beira mar, ter todos os confortos da vida moderna sem ter que por isso pagar um ceitil! Oportunistas analfabetos que se valem de suas necessidades etílicas para enganar um povo ignorante e obtuso. Que falta fazes, Fleury...
Brasileiro convicto

chicobiblia disse...

Até o diabo tem defensores! Como pode alguém ter a coragem de defender um assassino tão desumano, um torturador tão malvado, comandante do esquadrão da morte, como esse tal de Sergio Fleury, alegando que ele combatia os terroristas? E as pessoas inocentes que ele matou? Se existe justiça divina, como dizem, esse terrível bandido terá que prestar contas a Deus e pagar por todos os seus crimes!

Anônimo disse...

o povo clama a sua volta ¨papa¨ não tem coisa mais gostosa do que ver, os olhinhos do terosrista safado, virar para tras e pra dentro no momento do choquinho de220W, é uma delicia voce vira a maquininha e ele grita, grita, depois faz coco na calça e baba aquele leite branco da saliva que pareçe um chantilly, que saudades ainda bem que minhas penduras já estão prescritas mas morro de saudade, época que vagabundo pensava um mlhão de vezes antes de estuprar e matar um pai de familia. hj essa demoniocracia esta acabando com o pais que vive o trafico a destruição da familia, a desordem, a impunidade por falta de ação da policia que encontra-se de mãos amarradas, perdendo-se os verdadeiros homens de bem. aquela época tomava tiro na cara quem era pilantra e terrorista, hj não, morremos por dez reais e as vezes por nada basta não ter nada pra dar pro vagabundo. fleuryzão chumbo grosso neles!!!! sem peninha, uma pena esqueceram da dilma e do lula cambada de ordinários que assaltam esse pais em nome da demoniocracia

Anônimo disse...

O TAL DELEGADO FLEURY, COM CERTEZA TINHA O MESMO DNA DO SATANÁS. MAS MESMO ASSIM EU ESTOU CERTA QUE QUANDO ELE CHEGOU LÁ NO INFERNO O PROPRIO SATANÁS VOMITOU ELE. CLARO, NÃO QUERIA UM CONCORRENTE, MESMO SENDO PARENTE!!!! COMO TEM GENTE QUE AINDA DEFENDE UM TRASTE DESSES? VOCÊ CARO DEFENSOR, CERTAMENTE É UM PSICOPATA E DA MESMA ÍNDOLE DO TAL DELEGADO FLEURY. VAI CAÇAR O QUE FAZER, APROVEITA PRA REZAR PELA ALMA DESSE INFELIZ PEDINDO A CLEMÊNCIA E A MISERICÓRDIA DE DEUS SOBRE ESTE DITO CUJO.APROVEITA E LAVA A LÍNGUA PARA FALAR DO LULA E DA DILMA.

Tuaregue disse...

À leitora "Anônimo" acima: a resposta que dei ao primeiro comentarista desse texto serve à senhora. Não sou psicopata, somente vivi a época em que o bravo Fleury auxiliou a colocar "eçepaíz" nos eixos. Quanto a Lula, não preciso lavar a lingua. Tenho repulsa a imundície. Não há possibilidade nenhuma de contato com algo asqueroso como ele. É graças ao trabalho que Fleury e outros desenvolveram que hoje podemos, voce, eu e o resto da sociedade expressarmos nossas opiniões sem medo de sermos conduzidos às masmorras ou a 'el paredón' como ocorre ainda no paraiso cubano (situação que objetivavam os 'lutadores pela liberdade' combatidos, e vencidos pelos heróis do século passado).

guilherme brasil disse...

no pais que nós vivemos existe aqueles que são afavor do que existe e a oposição, na época era a mesma coisa duas opiniões se conflitando pelo mesmo ideal porem não tem como falar sobre oque foi feito e oque esta para ser feito dilma e lula lutaram e apanharão pelos ideais e mesmo assim permanecem ai para contarem suas tragetorias porem cade o senhor fleury? sera que ele foi vencido ou ele era tão estuprador e covarde que o diabo queria ele por perto. eis uma duvida que deve pairar no ar pois na minha opinião tudo o que nos temos de bom hoje em dia eu dedico para os que estão ai lutando até hoje, não para loucos que marcarão historia por atrocidades e barbaridade pois se fosse por isso o bin ladem era para ser o maior heroi que já existiu concorda

Tuaregue disse...

Ao Guilherme Brasil. Em primeiro lugar, meus agradecimentos por expores tua opinião sem agressões inúteis e estéreis como fazem alguns outros. Quanto ao teu texto, me permito fazer duas correções. Reconheço que Dilma pode ter lutado e apanhado por seus ideais, mas não concordo que com Lula tenha ocorrido o mesmo. Lula esteve menos de um mês preso, "cuidado" pelo seu amigo Tuma e, por isso, recebe uma vergonhosa indenização de 'preso político'. Dilma, Lula, Dirceu e tantos outros estão por aí, alguns contando sua versão dos fatos (até o cara do baú, aquele que se fez na vida agarrado aos militares está ajudando na divulgação dessa versão)outros recusando-se a falar sobre o passado. Alguns bradam pela "abertura dos arquivos". Os arquivos da imprensa (mesmo censurados como alegam) estão abertos à consulta. Os arquivos dos processos judiciais da época também podem ser consultados (sem que se faça a patifaria do TNM que só se baseou nos 'depoimentos dos acusados'). Os documentos do antigo SNI estão abertos à consulta (mas seu conteúdo foi censurado logo por quem? Pelo atual ministro da justiça). É só pesquisar, ler e tirar conclusões, sem se deixar levar pela propaganda (caríssima e paga com o nosso suado dinheirinho) nem pela 'Comissão da Verdade Direcionada' que alguns se propõem a criar. Fleury está morto e enterrado. Não pode mais contar nada, nem defender-se. As questões que coloco são: será que as 'atrocidades e barbaridades' são História ou Estórias? Vale a pena remexer nesse baú?

Anônimo disse...

quando um preso caia nas mãos desse demônio em pessoa, só em olhar esse capeta, o preso urinava todinho, por que o tal de freury usa um capacete c/ o simbolo dos nazistas.

Cunha disse...

Estou lendo a opinião do Anônimo e do
Tuaregue,e so posso falar uma coisa,tenho 54 anos vivi na época do Fleury, conheci o Paulo e o Nicolau, e meu pai foi perseguido pela Revolução de 64, meu pai odiava a policia, devia ter seus motivos,mas não vou condenar ninguém, cada um tem sua historia sua familia sua vida,aconteceram erros dos dois lados, assim é o ser humano, vamos tentar viver bem.

alaine lizandra disse...

Sou da seguinte opinião de que td é uma questão de época,onde o desespero de ambas as partes eram evidentes.A opressão,esta sim a grande responsavel por erros talvez irreparaveis,é a culpada pelo estopim de tais acontecimentos,no passado,tão ruim quanto uma guerrilha era a causa pela qual lutavam,afinal quem quer viver oprimido,sem poder se expressar(da forma racional)se aquela epoca estivesse se estendido,o que seria de nós...e o q dizer dos dias de hj,vergonhosos,pessoas humanas demais (esse é o problema)fazem o que querem,jovens sem lei não pagam por atos terriveis,drogas que se alastram,verdadeiras epidemias de iracionalidade,hoje não presisam de fleury,os proprios se torturam,esquecem de se valorizar, então por que valorizar o outro nao é mesmo?confesso que se vivesse na epoca de fle ury,iria querer expressar td que vos escrevo,e acredito que seria punida,pois abomino a forma de tortura aplicada,se o problema é impunidade sou a favor da pena de morte em indelinquentes,não sofreriam aos poucos e a justiça seria feita!é desesperador não poder dizer o q pensa(essa historia de dizer coisas improdutivas existe,mas convenhamos que cabe a cada um que ouça,ou não,cada um sabe de si,primeiro a ditadura era desnecessaria,pra que devo desidir sem nenhum respeito o que vc ou outro devem pensar?e hj?as medidas desesperadas ,de comunista que sobreviveram a uma luta que era de um pais calado,hj virou o oposto,os politicos(os tais comunistas) omitem e os alienados aceitam sem saber,ditadura persiste embaixo do pano,não pega bem pro pais assumir um sistema primitivo,o que me diz da midia que omite fatos,ta td errado,hj,o povo que lutava pelo pais no passado é o mesmo que omite,uma coisa é certa nessa historia o povo,eu digo povão mesmo,é o que sofre de fato,ai esta o caos.fleury não mais,a melhor forma de se fazer algo por esse pais hj,é aproveitar a "liberdade" conquistada(perto da ditadura não é nada mal)E cravar uma verdadeira batalha ideologica e digna,turtura causa revolta,medo resposta a uma violencia dessa é sem duvidas impensada,é o que ocorreu,hj a totura é psicologica,capitalismo é ridiculo,e td sistema tem falhas,todo ser humano tem falhas,mas isso não da direito algum á opressão humilhação e violencia pisicologica e fisica a seus semelhantes,tanto politicos quanto este rapaz falecido (fleury)e os outros que com ele espalhavam covardia e terror esse rapaz covarde sangue frio deixou de lado sua alma com sentimentos puros de fato e deu lugar a frieza incontestavel,e hj a vergonha é que ate´comunistas camuflavam o verdadeiro ideal que no fundo era tomar poder,sei la talvez acham que mereçam,uma divida paga,eu não estou do lado de ninguem,estou do meu lado,o lado do povo,o lado onde não existe um só poder,cada um sabe de de si, administra seu dinheiro,sua vida e se o problema é justiça,pena de morte em quem é "desumano"eu acho que não é desumanidade o problema,animais não são tão mals quanto fleury,pra pra o problema é que são humanos demais ,maquinas demais,alienados demais,hj presisamos de uma revolução!se ´comunista nem sei ma algo deve ser feito,chega de zuar opovo,chega de violencia de todas as formas,tortura jamais.

Anônimo disse...

Estou prestando concurso para delegado de polícia, e quero me espelhar no Dr Fleury. Ele é meu heroi.

Anônimo disse...

É LAMENTÁVEL QUE AINDA SE DEFENDA AOS FACÍNORAS, MALVADOS. MAS É BOM NÃO ESQUECER QUE A PIOR DAS DEMOCRACIAS POR BAGUNÇADA QUE SEJA, É MELHOR QUE DO QUE A MELHOR DAS DITADURAS, DIZIA UM PROFESSOR MEU NA UNIVERSIDADE.

Anônimo disse...

Um ex-frei dominicano, apoiador do finado "Marigela", disse que ao ser chamado a comparecer à sede do DOPS em São Paulo, foi recebido pelo Delegado Fleury. Segundo ele, um homem que não fazia a mesma pergunta duas vezes. A segunda frase era: "Leva ele lá pra baixo"!
Hoje, nossa mais alta Corte discute se pode homem casar com homem, e mulher com mulher. Se vamos ou não pedir perdão pro terrorsita Cesar Bastisti e se pode, ou não, fazer passeata da maconha. Enquanto os mais sérios problemas de falta de brio e idoneidade, característica geral do nosso povo, agigantam os problemas estruturais (Corrupção, roubalheiras, negociatas, desvios...) As pessoas se assustam ao se depararem com a figura de um brasileiro que sabia o que tinha que ser feito, e o fazia. Sem pensar em interesses pessoais, mas apenas visando o cumprimento do dever.
Ideologia assim, não existe mais. Tudo agora é "GRANA" e "jeitinho". Noutro dia, nas nossas barbas, uma aeronave militar foi deslocada para Porto Seguro/BA, para trasladar o corpo da "namorada do filho do governador do Rio de Janeiro" (Não era autoridade constituída, não era militar, não era filha de autoridade, não prestava serviço à Nação, não era alto funcionário, nem figura ilustre, mas namorava o filho do governador. Estava de férias num condomínio de luxo, passeando). Isto acontece em pleno corte de verbas determinado pelo Governo Federal.
Duvido que quem autorizou tal absurdo, faria o mesmo se soubesse que teria que prestar satisfação diretamente ao Delegado Fleury. Não fazia!!!
Hoje, quem rouba merenda, lesa a União, frauda licitações, assina plantões onde nunca trabalhou e mata universitário no estacionamento da USP tem seus
direitos pessoais plenamente respeitados.
O que será que aqueles infelizes que morream nos porões da ditadura, levando porrada do Fleury, diriam do caráter dos seus amigos que sobreviveram e têm o país em suas mãos?

Anônimo disse...

Engraçado os crimes dos terroristas ninguém fala.
Dr. Fleury foi o maior delegado de policia que sp ja teve.

Anônimo disse...

Um delegado como Sergio Fleury cairia, hoje, como uma luva, para comandar uma Secretaria de Seguranca Publica para arrebentar com a criminalidade com a qual convivemos.
Atuando com os metodos que lhe foram caracteristicos qualquer trombadinha pensaria 02 vezes antes de cometer um pequeno delito.

Anônimo disse...

MORREU TARDE NAO DEVERIA NEM TER NASCIDO ESSA COISA REPGNANTE CHAMADO FLEURY.. AI SATANAS

Tuaregue disse...

Aos que criticam asperamente o Delegado Fleury, muitas vezes sem sequer ter conhecimento real sobre o trabalho dele, recomendo ler os comentários postados no sitio da ABMIGAER: http://www.militar.com.br/blog18106-A-CARTA-N%C3%83O-DIVULGADA-DE-ANA-PRUDENTE-SOBRE-OS-DESAPARECIDOS
Por favor, leiam sem pre-conceitos e reflitam sobre o que ouvem falar a respeito do homem.

Anônimo disse...

Desinformado autor do blog: o Brasil foi entregue á lama exatamente na época do Fleury. O trafico de drogas, corrupção policial e da política e marginalização das classes pobres em centros urbanos se deram na década de 70. Quer pregar de bacana venerando um demônio desses. Só quer chamar a atenção, infeliz!

Tuaregue disse...

Ao comentarista Anônimo de 17 Fev 12: não vou repetir os argumentos já expostos em resposta a outros comentaristas que criticaram a postagem, só vou lembrar que foi graças a pessoas como o Delegado Fleury que hoje podemos estar expondo nossas idéias. Caso os "jovens idealistas" houvessem tido êxito, eu, certamente, teria sido conduzido democraticamente ao "paredón", você eu não sei sequer se tem idade para tanto. Para concluir: não sou desinformado, não li a respeito nem tive a "cabeça feita" por professores esquerdistas mentirosos, eu viví aquela época, e não sou nem um pouco infeliz.

Anônimo disse...

Você caro ilustre anônimo deve ser um daqueles terroristas de merda que se deram mal e com isso provaram o gostinho amargo da morte do "Prof Menezes", diga- se de passagem, que de professor não tinha nada.Os meus mais sinceros votos de consideração e respeito aos Professores
Pra quem não conhece, o tal verme do Mariguela, utilizava-se desta alcunha para viver como um rato na espreita e enricado, usando para seu propósito covarde, egoísta, nojento e biltre aqueles jovens inocentes que se deixaram ludibriar por este verdadeiro demônio, escondido atras de um personagem idealista.
O Dr. Fleury , foi o anjo(providencial)Gabriel que foi designado para combater esta praga.
Procure o que fazer e deixe o nome dos heróis quietos

Anônimo disse...

Prezados, se vocês perguntassem para um soldado ou policial porque eles agiam daquela forma, diriam "fazemos isso para defender os interesses do país" e, fizessem a mesma pergunta para os terroristas, a resposta seria a mesma, ou seja, ambos acreditavam no que faziam. Achar que só os militares matavam, pelo amor de Deus. É a mesma coisa que acreditar em coelhinho da páscoa. A história mostra que os maiores assassinos da História foram comunistas.

Anônimo disse...

Os maiores assassinos da história foram comunistas? Acho que você se esqueceu do Nazismo da Alemanha, do Fascismo na Itália, da operação condor na América Latina e no Brasil.
Não sou comunista, sou contra a qualquer intervenção que tire liberdade de expressão e escolha de uma sociedade.
Quem tem simpatia por extrema direita ou extrema esquerda que tenha,mas não venha impor isso aos outros.
Não é legal você achar um cara que matou e perseguiu inúmeras pessoas um herói. E nem por outro lado defendo Fidel castro que também colocou muitos no paredão.
Fleury foi um assassino. Lógico que o Estado o deu consentimento para cometer as atrocidades que cometeu. Muitos cometeram essas atrocidades e depois se arrependeram por isso. O que aconteceu naquele período, foi um fato em que o Governo deu golpe na própria constituição. O que esperar de um país assim? Respeito, amor ao próximo? Não. O próprio regime militar começou com a desonestidade no país. Se hoje temos um país de merda, é por conta e resquício não somente do período militar ,mas desde o reconhecimento da independência do Brasil em que o destino do país, ficava nas mãos de uma menor camada da sociedade, que visava lucro e seus próprios interesses. O regime militar não se preocupava com uma sociedade e seu desenvolvimento social e sim com desenvolvimento econômico. Desenvolvimento eonomico para quem? Para a menor camada da sociedade?
Sim. Os militares e seus familiares , e a oligarquia se via muito bem.
Os pobres como sempre, não viram desenvolvimento nenhum.
Podemos dizer que a chance do Brasil de ter evoluído, foi no periodo do golpe, em que as pessoas se tronavam mais conscientes em que viam o conflito norte-sul e buscavam novos horizontes para um crescimento , mas não foi. Me digam a evolução trazida pelo regime? BNDS? PND? Ok! Mas e a evolução social? O povo que pensa? O povo que indaga? O povo que contesta? O povo que vai às urnas e vota consciente? Deputados honestos? Governo honesto? Para mim o que restou do regime militar foi destruição, dor , sangue e retrocesso.

Luiz Santos disse...

Concordo com o anônimo.
Sorte da família do monstro impiedoso por ainda não ter sido exterminar.
Afinal,era o monstro fazia sem a mínima cerimônia.
Vale a pena lembrar: ainda está em tempo.

Luiz Santos disse...

Defender assassino é crime.
Não se faz necessário entender de justiça,de direito criminal ou coisa que o valha.
É questão de justiça.
A pessoa que tem a ousadia de defender assassino,no mínimo,tem uma ligação muito forte com essa fase triste da história do Brasil.
Vou mais longe: nenhum de vocês, filhotes da ditadura está livre de sofrer o que merecem.

Luiz Santos disse...

Matador é anjo??
Não tem a que falar,cala a boca, Hitler de merda!!!
Voce é, mínimo um coadjuvante das atrocidades da ditadura maldita.

Luiz Santos disse...

Já não está mais no inferno.
A maldade foi tanta que o capeta se assustou e o expulsou do recinto.
Defender assassino,repito, é crime.
Em um país mais sério,um sujeito dessa estirpe já não estaria junto às pessoas de bem.