domingo, 3 de maio de 2009

Bolsa Família, um Exército de Dependentes...

.
Bolsa Família atingirá um em cada três brasileiros em 2010
"O Bolsa Família, maior programa social do governo Lula, atingirá em 2010, ano eleitoral, um em cada três brasileiros. Hoje o benefício já chega, direta ou indiretamente, a 29% da população - sendo que, em seis estados do Nordeste, mais da metade dos moradores vive do programa, segundo levantamento do GLOBO com base em dados oficiais...
No Maranhão, no Piauí e em Alagoas, de 58% a 59% da população dependem do Bolsa Família. Na cidade de Junco do Maranhão, 95,7% das famílias vivem do programa...
Para o governo federal, a grande abrangência é positiva, e os estados é que devem cuidar do combate às causas estruturais da pobreza..."
Fonte: O Globo
Um único comentário meu (do Clausewitz):
► A reportagem acima, antes de ser o reconhecimento de uma vitória, reconhece a falência da economia nacional e a falência moral de um povo que se rendeu à especulação eleitoral de uma oligarquia em nível nacional... o que eram no passado, oligarquias regionais que mantinham seus dependentes na situação de eleitores, hoje a tramóia transmutou-se para os píncaros da política maior... a foto acima, igualmente transcrita do Jornal O Globo mostra uma realidade de miséria, que contrasta de forma brutal com o gigantismo da máquina governamental, presente em todos os níveis das administrações dos 3 poderes da república... se a abrangência é positiva, sua capilaridade denuncia um país de miseráveis, visto que o benefício é consignado a famílias com renda per capita de até R$ 137,00 ou seja, 25% de um salário mínimo por pessoa, salário mínimo este que todos sabemos que não é representativo nem aqui, nem em Cuba... portanto, se hoje 30% da população - cerca de 60 milhões de pessoas - estão nessa faixa de pobreza absoluta, e projeta-se que no próximo ano, mais 10 milhões sejam abrangidos, por terem entrado no escantilhão de miserabilidade, sendo que cada indivíduo deste montante sobreviverá com 1/4 de nada, há que se rever até que ponto nossa economia está no rumo certo... claro que a reportagem omitiu o fato de que todo o percentual que não é abrangido é quem paga a folia, como aliás, sabemos que pagamos e também sabemos que a economia individual e coletiva da nação não está no rumo certo... mas faltam - é claro - estudos que apontem para essa verossímil realidade, a qual sentimos no bolso, vítimas que somos de um fisco severo e mal usado... como 2010 é ano em que os degredados eleitores do bolsa esmola votarão em favor de seus donos e que para esses donos, a grande abrangência do programa é positiva e os estados é que devem cuidar do combate às causas estruturais da pobreza, tudo como dantes na panela vazia de Abrantes... pobre Brasil!!! quer dizer, miserável Brasil!!!
Fonte: Blog do Clausewitz
ATUALIZANDO:
1. Há ‘bolseiros’ que são donos de até 8 carros
Levantamento do Tribunal de Contas da União revela distorções graves nos programas sociais do governo Lula. No Bolsa-Família, por exemplo, que alcança mais de 13 milhões de pessoas situadas abaixo da linha da pobreza, há beneficiados que são proprietários de até oito automóveis. A descoberta foi possível com o cruzamento dos números de CPF dos beneficiados com o Renavam, cadastro de proprietários de veículos.
2. Cancelamento
O TCU tem informado o governo sobre as irregularidades no Bolsa-Família. Por isso, mais de 400 mil “bolseiros” já perderam o benefício.
3. Coordenação
O trabalho de fiscalização dos programas sociais é coordenado no TCU pelo ministro Augusto Nardes, que não se pronuncia sobre o assunto.
4. Tá feia a coisa
Só no DF, onde é pleno o emprego no setor público, e o governo Lula segue aumentando os gastos, 28 mil pessoas estão de mãos abanando.

Nenhum comentário: