terça-feira, 28 de abril de 2009

"Do Ponto de Vista Político, Vai Reforçar a Candidatura"

.
Garcia diz estar confiante na recuperação de Dilma
"O assessor especial da Presidência da República, Marco Aurélio Garcia, disse hoje que está confiante na recuperação da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e deu a entender que, se depender dele, a ministra será o nome do PT para 2010. ""Não tenho a menor dúvida da recuperação dela. Mas, se vai ser o nome (do PT para as eleições de 2010), isso passa ainda pela convenção do partido. Mas ela terá o meu voto entusiástico. Sou 'dilmista' de primeira hora e acho que ela vai sair muito bem"", afirmou.
Marco Aurélio Garcia contou que conversou com seu filho, que é médico, e ouviu a seguinte observação: ""Do ponto de vista médico, ela tira isso aí de letra. Do ponto de vista político, ele disse que isso vai reforçar a candidatura dela""..."
Fonte:  Abril
Comentário meu (do Clausewitz):
► Reinaldo Azevedo já disse que quem falasse no câncer da terrorista com ares de política viraria inimigo da coluna dele... como eu não preciso ser inimigo, muito menos amigo dele, vou direto no "ponto g"... o terrorista MAG foi enfático e jogou as cartas na mesa... enquanto Reinaldo Azevedo está preocupado em ser politicamente correto com a terrorista, o terrorista MAG está agradecido a Reinaldo e a tantos outros que a olharem desde já como um símbolo de fortaleza e ética, até mesmo porque ela continua viajando horrores e inaugurando o nada ao coisa alguma de uma maneira metástica... é o que nossa imprensa vagabunda está fazendo e os dividendos em breve serão colhidos, pois mesmo que ela não seja portadora de câncer, dificilmente a mídia deixará tão cedo de tocar neste assunto, até porque o terrorista Franklin Martins finalmente achou o veio de ouro ... quer dizer, a veia do linfoma...
Fonte: Blog do Clausewitz
COMENTO: em um comentário anteontem, escrevi que a simples suposição de que a doença de Dilma possa ser explorada politicamente seria uma patifaria imperdoável. Pelo visto, a patifaria não é só suposição. E a "campanha presidencial fora de hora" segue em frente, sem questionamentos.
.

Nenhum comentário: